Kendall Jenner Continua a Ser a Modelo Mais Bem Paga do Mundo

Mas mesmo assim não é o membro do clã Kardashian-Jenner que recebe mais. Por: Inês Aparício -- Imagens: © GTRESONLINE.

O primeiro lugar da lista que ordena as modelos mais bem pagas do mundo não traz novidades. Pelo segundo ano consecutivo, Kendall Jenner assegura o topo do ranking composto pela Forbesdivulgado esta quinta-feira, 13 de dezembro.

De acordo com a revista norte-americana, a modelo terá auferido 22.5 milhões de dólares (cerca de 20 milhões de euros) nos 12 meses anteriores a junho deste ano, o que significa que terá recebido mais de meio milhão que no ano anterior, valor que ainda assim não supera o alcançado pela irmã mais nova, Kylie, que terá obtido, devido à Kylie Cosmetics, um total de 166.5 milhões de dólares (pouco mais de 146 milhões de euros). Os contratos com marcas como Estée Lauder, Adidas, Calvin Klein — que, em conjunto com o resto da família, protagoniza a campanha #mycalvins — e outras estarão na base do valor conseguido por Kendall.

O top 10 da Forbes

Ao contrário do esperado, Gisele Bündchen não figura no segundo lugar do ranking, tal como acontecera em 2017, após 15 anos na cimeira do mesmo. A modelo desce até ao quinto lugar, tendo auferido menos 7.5 milhões de dólares em relação ao ano anterior (passou de 17.5 milhões de dólares para 10 milhões).

Quem, deste modo, segue Kendall Jenner é Karlie Kloss, que obteve, segundo a Forbes, o valor mais elevado da carreira: 13 milhões de dólares (cerca de 11 milhões de euros). A revista explica que este resultado poderá estar relacionado com a presença da modelo nas redes sociais, assim como os contratos com a Swarovski, Adidas, Estée Lauder e outras marcas.

Tal como no caso de Karlie Kloss, as redes sociais ajudaram Chrissy Teigen e Rosie Huntington-Whiteley a integrar a lista das mulheres mais bem pagas e a dinamizar as atividades em que estão envolvidas. Enquanto que a publicação do segundo livro de culinária e a apresentação do programa Lip Sync Battle contribuíram para que a primeira auferisse 1.5 milhões de dólares, foi a criação da plataforma de beleza Rose Inc. que tornou possível a obtenção da mesma quantia por parte da britânica Rosie Huntington-Whiteley.

Nos regressos à lista composta pela Forbes surgem os nomes de Doutzen Kroes — que retorna à décima posição do ranking devido aos contratos com a L’Oréal e Piaget —, Cara Delevingne e Joan Smalls. Já Adriana Lima, Ashley Graham e Liu Wen deixaram de fazer parte das modelos mais bem pagas, tendo conseguido, cada uma, menos de 8 milhões de dólares (cerca de 7 milhões de euros).

Em conjunto, as dez modelos mais bem pagas segundo a Forbes terão auferido um total de 113 milhões de dólares entre os meses de junho de 2017 e 2018, um valor superior ao conseguido no ano anterior (109.5 milhões de dólares).