Os Bastidores da Preparação de Isabela Valadeiro Para os Globos de Ouro 2019

A ELLE acompanhou a nomeada desde o hotel até à passadeira vermelha. Por: Margarida Brito Paes -- Imagens: © Sérgio Santos

O relógio batia as 15h quando Isabela Valadeiro entrou no quarto nº 1204 do Altis Grand Hotel, na Rua Castilho, em Lisboa. Seria mais poético contar que Isabela Valadeiro nos abrira a porta já com rolos na cabeça e roupão vestido, mas a verdade é que chegámos antes e os rolos de Isabela só lhe chegariam ao cabelo depois. Entrou a correr, como é natural nestes dias, com um porta fatos preto pela mão que segurava bem alto, como os vestidos compridos pedem.

Mas, assim que o abriu, percebemos que o embrulho nos enganou. Isabela Valadeiro não iria usar nenhum vestido comprido, mas, sim, um conjunto branco e leve, bem distante dos brilhos da passadeira vermelha. Mas não se perdeu tudo. A saia tinha uma racha vertiginosa, que também é presença habitual nos Globos de Ouro. «Acaba por ser um look completo. Eu acho-o diferente e distinto. É um blazer e uma saia. O tema é a irreverência e eu tentei fugir um bocadinho à norma, mas ir simples, discreta e elegante ao mesmo tempo», conta a atriz de 23 anos, à ELLE, enquanto mostra o penteado que quer fazer.

Ondas, mas ondas largas, nada de canudos perfeitos, são as indicações decididas de Isabela. Enquanto, tenta que a voz não lhe falhe, não de nervos, mas porque a sua voz está ainda mais rouca do que o habitual neste dia. Procura consertar o problema com chá, até porque Isabela seria uma das apresentadoras da noite. E é entre os goles de chá e o barulho dos secadores que nos fala mais do look. Tudo o que vestira no domingo é de assinatura portuguesa: o look Imauve, os sapatos Luís Onofre e as joias Eugénio Campos.

«Acho que é fundamental usar marcas portuguesas. Ainda por cima, temos marcas e designers fabulosos. E devemos aproveitar isso», diz com o enorme sorriso que lhe é característico. Mas, apesar de todas estas certezas, fazer decisões de indumentária para a noite dos Globos de Ouro nunca é fácil, confessa. «A passadeira vermelha deixa-me um bocadinho nervosa, sobretudo esta, que me é desconhecida. As que não são já vou sabendo lidar, agora quando a coisa nos é desconhecida temos um bocadinho mais de nervoso miudinho. Estou um bocadinho nervosa, mas não quero pensar muito nisto. Tenho uma equipa toda na Elite que me ajuda e me facilita muito a escolha da roupa. Acho que sozinha jamais conseguiria, teria sempre que chamar alguém para me ajudar. E pedi muitas opiniões, verdade seja dita», disse.

A nomeação para os Globos de Ouro 2019

Isabela Valadeiro estava nomeada para a categoria Revelação, ao lado de Alba Baptista, Conan Osiris, João Félix e Pedro Teixeira da Mota. Uma nomeação que a deixou muito feliz, como nos contou enquanto tentava esquecer o nervoso miudinho. «Estar nomeada é uma sensação ótima. Estou rodeada de grandes artistas, por isso é muito bom. Eu só comecei há dois anos e já ter conseguido isto é muito bom», revelou.

O vencedor desta categoria acabaria por ser João Félix que, apesar de não ter conseguido estar presente, enviou uma mensagem de agradecimento em vídeo.