Irina Shayk Confessa Que Nem Sempre Quis Ser Mulher e Fala do Seu Divórcio

Declarações reveladoras e inesperadas. Por: Margarida Brito Paes Imagens: D.R

Irina Shayk é uma das modelos mais famosas do mundo, com uma carreira que começou por ser bastante comercial, mas que hoje se faz de desfiles e capas de revista. A manequim russa, de 34 anos, namorou com Cristiano Ronaldo, mas foi o seu casamento com Bradley Cooper que mais deu que falar. Muito se escreveu sobre o possível envolvimento de Bradley e Lady Gaga, algo que a cantora sempre negou, um rumor que nunca foi confirmado, mas que ganhou força com o divórcio de Irina Shayk em junho de 2019.

Uma modelo num corpo errado

Agora, numa entrevista à Vogue Britânica, a manequim fala pela primeira vez do fim do seu casamento. Mas as revelações não se ficam por aqui, Shayk confessa que durante muito tempo achou que deveria ter nascido homem. «Sempre me senti como se tivesse nascido no corpo errado. (…) Sentia que era suposto ter nascido rapaz… não sei porquê. Talvez porque o meu pai sempre tenha querido um rapaz (…) Eu disse a mim própria que nunca iria casar. Claro, que mais tarde ultrapassei isso, e adoro ser mulher. Mas lembro-me desse sentimento», revelou.

«Sempre me senti como se tivesse nascido no corpo errado»

 

 

O divórcio mediático

Apesar de casar não fazer parte do plano, acabou por acontecer. Uma relação que durou quatro anos e que teve o seu final escarrapachado em milhares de notícias. Irina Shayk é reservada, nunca falou sobre o final do seu casamento, ou se pronunciou sobre a teoria que punha Lady Gaga entre si e Bradley Cooper. Mas nesta entrevista confessou que «duas pessoas incríveis não têm de fazer um bom casal».

«Eu acho que em todas as boas relações trazem ao de cima o nosso melhor e o nosso pior- é a natureza humana. (…) Acho que tivemos muita sorte de termos vivido o que vivemos juntos», acrescentou.

«Eu tenho uma personalidade forte e sei exatamente o que quero, acho que alguns homens têm medo disso», desabafou ainda.

A modelo confessou também que quando alguém está fora da sua vida «corta realmente os laços», uma «frieza» que sabe que «assusta algumas pessoas».

A maternidade a solo

irina shayk

Braddley e Irina têm uma filha de três anos, e o rosto da Intimissimi declara que a maternidade por vezes é difícil, sobretudo como mãe solteira e trabalhadora. «É difícil encontrar um equilíbrio entre ser uma mãe solteira, ser uma mulher que trabalha e ser cuidadora. Acreditem em mim, há dias em que acordo e penso: ‘Meu Deus, não sei o que fazer, estou a desmoronar».