Designer Ataca Kylie Jenner Por Só Identificar Marcas Que lhe Pagam

Prepare-se, porque vem aí drama. Por: ELLE Portugal Imagens: © Gtresonline.

Já ouviu falar de Michael Costello? Pois bem, o designer que se tornou conhecido depois de ter participado na versão norte-americana do Project Runway, que inclusivamente já vestiu nomes como Byeoncé, Michelle Obama, Cardi B, Mariah Carey entre tantas outras, decidiu dar uso às suas redes sociais para fazer uma enorme e intensa crítica a Kylie Jenner. O motivo? O facto de, segundo ele, esta apenas identificar, nas suas publicações, marcas mais conhecidas ou que lhe tenham pago para as identificar, e nunca fazê-lo com designers/marcas mais pequenas.

Esta foto (em baixo), com a legenda «Obrigada, meu amor, Olivier Rousteing, pelo vestido de aniversário mais perfeito», foi o desencadeador de tudo.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

thank you my love @olivier_rousteing for the most perfect bday dress 🧡🌴

Uma publicação compartilhada por Kylie 🤍 (@kyliejenner) em

Ao ver a frase escrita pela jovem, o designer não resistiu a comentar em jeito de crítica: «Obrigada, Olivier, pelo vestido de aniversário perfeito. E obrigado aos designers sem nome que trabalham incansavelmente o tempo todo em looks personalizados que ela não marcará, mencionará ou taggará… a menos que seja pago. E obrigado à equipa de beleza que é sempre identificada. Esta publicação não tem nada a ver comigo, pois a Kylie só usa algo meu uma vez por ano e já me posso considerar um sortudo caso tenha uma foto decente para postar. Não estou de forma alguma a criticar qualquer pessoa da sua equipa. Mesmo sabendo que vocês mal podem esperar para deixar de me seguir e me atirarem para a arena! Mas é triste que os designers trabalhem tanto para ter a oportunidade de vestir estas mulheres lindas e populares e, mesmo assim, elas só marquem os grandes nomes como de Olivier, esquecendo-se dos outros. (Isso não tem nada a ver com minha marca), mas definitivamente tem muito a ver com os designers de Los Angeles. Por que não identificar pelo menos um? Não o tempo todo, mas talvez de vez em quando.»

Entretanto, o comentário do designer foi apagado. Mas o assunto não morreu. Em vez disso, teve continuidade numa publicação no Instagram do mesmo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

All I have to say is… Treat people how you want to be treated, don’t forget those who helped you on your way up, and ALWAYS GIVE CREDIT where credit is due. I am tired of a few privileged celebrities and influencers who will never pay for their pieces and always expects my team to drop all our current projects and make something magical for them last minute… for free, for “exposure”. The best part? These celebs and influencers don’t even wear the piece, tag, credit or mention the designer… so what is it all for?! There are tons of talented designers in Los Angeles who deserve recognition. Their art deserves to be credited, tagged and mentioned! If you bought something from me, I would never ask for any “exposure” in return. But these privileged celebrities never pay. They don’t tag or mention either… unless you are a huge fashion brand who pays them. Thankfully, I never forgot where I came from or who those people were who helped me get here. I am extremely grateful and thankful for all of you who believe in me. So tell me to Stf or have several seats , unfollow or drag me to hell for speaking on something that really effects me. Oh btw comments are left on .

Uma publicação compartilhada por M I C H A E L C O S T E L L O (@michaelcostello) em

 

Esta não é a primeira vez que o nome de Kylie Jenner é arrastado para este tipo de assuntos, uma vez que, ainda recentemente, foi alvo de severas críticas por, alegadamente, se recusar a identificar a marca de uma jovem negra.