Cate Blanchett e o Discurso Sobre Sexismo Para Ouvir On Repeat

A atriz falou do duplo padrão entre homens e mulheres no que diz respeito à forma de vestir. Por: Joana Moreira -- Imagens: © Gtresonline

Podia ter sido só mais um discurso de aceitação de um prémio numa gala em Los Angeles. Mas a eleita era Cate Blanchett e, por isso, na hora de falar sobre o que significa ser um ícone de estilo, a atriz optou por falar dos direitos das mulheres e do sexismo na indústria.

No palco dos InStyle Awards, que aconteceram esta segunda-feira, Blanchett fez um discurso inequivocamente feminista, no qual chamou a atenção para as diferenças entre géneros no que concerne às opções de indumentária. «Lá porque [nós, mulheres] gostamos de nos vestir de forma sexy, não significa que queiramos fazer sexo convosco», começou por explicar, lembrando que há claramente um duplo padrão neste assunto: «Ninguém diz ao Steve Banon, ‘pareces um saco do lixo’», comparou.

Quanto a comentários nas redes sociais, que tantas vezes acabam em dissertações sobre o aspeto das mulheres, a atriz também foi peremptória: simplesmente «não vale a pena ver».

Ser um ícone de estilo

Num vestido Givenchy – a marca francesa veste a atriz para quase todos os eventos públicos -, Blanchett teve ainda espaço para falar sobre ser considerada um ícone de estilo, o motivo pelo qual estava a receber o prémio. «Para mim, [as ícones de estilo] são sempre aquelas mulheres que são elas mesmas sem desculpas, cuja presença física e estética está integrada de uma forma não consciente no que elas são, mulheres que sabem que o aspeto não é tudo o que elas representam, mas apenas uma extensão disso. São mulheres que se sentem livres de vestir o que querem e como querem», disse, perante um público atento que por diversas vezes reagiu com aplausos e vozes de incentivo.

Veja uma parte do discurso da atriz, abaixo: