Ariana Grande Partilha Carta Emotiva Que Escreveu Após o Atentado em Manchester

«Eu penso em Manchester constantemente e vou levar isto comigo para o resto da minha vida.» Por: Vitor Rodrigues Machado -- Imagem: © Imaxtree.

Ao longo da vida, todos passamos por momentos que sabemos que vão ficar para sempre gravados na nossa memória, que nunca nos vão abandonar. No caso de Ariana Grande, o ataque terrorista que aconteceu a 22 de maio de 2017 no final do seu concerto em Manchester — um atentado que tirou a vida a 22 pessoas e feriu mais de 500 —  é, e será para sempre, um desses momentos.

Desde de esse trágico dia que a cantora tem tentado ser o mais aberta possível quanto a falar sobre o tema que, como revelou em entrevista à ELLE, a deixou com marcas profundas, que nunca vai conseguir apagar.

Agora, numa tocante e emotiva carta, escrita oito meses após esse fatídico dia — um episódio a que Ariana Grande dá destaque na última parte da sua nova série documental do Youtube —, a cantora volta a partilhar com o mundo como este ato terrorista a mudou.

Leia o texto na íntegra, em baixo.

Estou a escrever isto no dia 22 de fevereiro de 2018

Passaram oito meses desde que aconteceu o ataque no nosso espetáculo na Arena de Manchester. É impossível saber por onde começar ou saber o que dizer sobre isto. O dia 22 de maio de 2017 vai para sempre deixar-me sem palavras e com uma série de dúvidas para o resto da minha vida.

A música é um escape. A música é a coisa mais segura que conheço. A Música – música pop e a sua cultura – é algo que une as pessoas, apresenta-as a alguns dos seus melhores amigos e faz com que sintam que podem ser elas próprias. É confortável. É divertida. É uma forma de expressão. É felicidade. É a última coisa que algum dia faria mal a alguém. É segura.

Quando algo tão oposto e venenoso acontece no teu mundo que, supostamente, é tudo menos isso… é chocante, e é capaz de nos partir o coração de uma forma irrecuperável.

O espírito das pessoas de Manchester, das famílias afetadas por esta horrível tragédia, e dos meus fãs de todo o mundo, impactaram permanentemente todos nós e o resto das nossas vidas. O amor deles, a sua força e união, mostraram-me, a mim, à minha equipa, aos meus bailarinos, à minha banda, e a todos os técnicos que não nos podemos deixar vencer. Que temos de seguir em frente durante os tempos mais assustadores e tristes. Que não podemos deixar o ódio vencer. Mas, ao invés disso, amar da maior forma possível, e a apreciar cada momento das nossas vidas.

As pessoas de Manchester foram capazes de mudar um acontecimento que reflete o pior da humanidade para um que reflete a parte mais bonita da humanidade. ‘Como uma marca no meu coração’… Eu penso em Manchester constantemente e vou levar isto comigo para o resto da minha vida.

 

A 26 de maio de 2017 (quatro dias após o trágico evento), já a cantora havia partilhado um texto na sua conta de Instagram onde refletia sobre este acontecimento e sobre como o atentado a tinha marcado.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Ariana Grande (@arianagrande) em