A Versace Não Irá Apresentar a Sua Linha Durante a Semana de Moda de Milão

Donatella explica que, por trás da decisão, está apenas uma questão técnica. Por: Inês Aparício Imagens: © Imaxtree.

Depois de a Gucci e a Bottega Veneta terem revelado a sua decisão de abandonar o calendário da Semana de Moda de Milão, eis que a Versace segue os mesmos passos e anuncia que não irá apresentar a sua coleção de outono 2021 entre os dias 23 de fevereiro e 1 de março, em Itália. Porém, contrariamente às outras duas marcas, a casa italiana cuja direção criativa pertence a Donatella Versace optou por fazê-lo devido a um problema técnico, avança o WWD.

É assim que, pela primeira vez, a maison irá apresentar as suas propostas de forma completamente digital. Ainda em desenvolvimento, o novo formato será gravado à porta fechada, sem público, respeitando, assim, as normas de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde a propósito da atual pandemia. Já a exibição da linha para a estação fria, que juntará as coleções de homem e mulher, está agendada para 5 de março.

«Fazer parte de um evento digital tem as suas vantagens. Uma delas é a possibilidade de se conectarem com a vossa audiência quando acharem ser o momento certo», referiu Donatella Versace, diretora criativa da maison, em entrevista ao Women’s Wear Daily. E isso, acredita, não coloca em causa a longa relação com a indústria da Moda da cidade italiana. «A decisão de apresentar a coleção de outono 2021 uns dias depois da Semana de Moda de Milão não afeta o facto de que a Versace permanece um membro orgulho da Camera della Moda e que a marca irá sempre ser um membro-chave e um grande apoiante do sistema de moda italiano. A Moda é uma arte e, por vezes, tem de funcionar fora do caminho habitual para florescer totalmente», completou, garantindo ainda que, apesar de a apresentação estar marcada para um dia da Semana de Moda de Paris, não existe qualquer ligação ao evento que decorre entre 1 e 9 de março.