Tommy Hilfiger Substitui Couro Por Cascas de Maçã Recicladas

Esta é uma alternativa inovadora. Por: Marisa Azevedo -- Imagem: D.R.

Quando se pensa em reaproveitar a casca de maçã todas as opções remetem para a culinária. Mas a Tommy Hilfiger utilizou 24% de fibras de maçã reciclada na parte superior de umas sapatilhas, em substituição do couro. Este modelo sustentável é unissexo e esta disponível em branco e azul-marinho.

O couro de maçã reciclada

O desperdício de alimentos da indústria da maçã tem um grande foco em Tirol, no norte de Itália, uma região reconhecida pela sua produção deste fruto. Para conseguir aliviar esse problema e tendo em conta que a procura da moda por alternativas  ecológicas é cada vez maior, a startup Frumat desenvolveu uma nova matéria-prima. Este novo material é feito à base de celulose e pode ser trabalhado de diversas forma. Assim são várias as texturas e acabamentos disponíveis neste couro feito de desperdícios de maçã.

A fibra de maçã reciclada está em 24% das sapatilhas. Esta alternativa ao couro têm um impacto ambiental menor do que as outras opções vegan, que têm grandes quantidades de materiais fósseis.

A caminhada de Tommy Hilfiger na missão de criar moda sem desperdício

A partir de 2019 a Tommy Hilfiger começou a criar metas para que o seu papel na moda fosse mais sustentável. Nesse mesmo ano, assinou o The Fashion Pact, juntou-se assim a um grupo de colaboradores com os mesmos ideais. Também assinou o We Are Still In – a Carta da Indústria da Moda para a Ação Climática, e no RE100, prometendo, até 2030 fornecer energia renovável em todas as suas instalações próprias. A Tommy lançou também esta primavera os seus primeiros jeans completamente reciclados.