A Nike Levou A Diversidade Mais Longe Com Manequins Plus Size

Na renovada loja de Londres, a marca expôs a coleção num manequim plus size. Por: Inês Aparício -- Imagens: © D. R.

A procura pela representação da diversidade é cada maior nas semanas de moda e em campanhas, quer no que diz respeito a diferentes etnias, cor de pele ou tipos de corpos. Mas na exposição dos produtos nas lojas, a realidade não é a mesma. Contudo, começam a surgir exemplos de mudança, com a Nike na frente deste movimento.

Em Londres, a marca de desporto que tem procurado, ao longo do tempo, colocar a tónica na pluralidade, apresentou parte da coleção plus size num manequim que quebra os estereótipos. Este surge no terceiro piso da loja Niketown, no número 236 da Oxford Street, que reabre agora ao público, depois de obras de renovação no espaço.

Sarah Hannah, gerente e vice-presidente da marca na Europa, notou, em comunicado citado pela Elle britânica, que esta reinauguração torna-se ainda mais relevante devido à altura em que acontece. «Com o incrível momentum no universo do desporto feminino, o espaço redesenhado é apenas mais uma demonstração do compromisso da Nike em inspirar e servir as atletas femininas», afirmou. «Isto é mais do que uma experiência de compras, é um destino para celebrar o desporto mesmo a tempo de um verão incrível no futebol, netball, atletismo e mais», completou.

Mais que uma loja, uma experiência

O espaço foi renovado e adaptado exclusivamente para atletas (e desportistas no geral) do género feminino. Aí, são apresentadas todas as coleções de mulher, desde a linha regular às plus size ou paraolímpica. Além de expor as peças, a Nike integra serviços de personalização – como adaptação dos tamanhos das leggins ou dos soutiens de desporto -, aconselhamento de compras e, ainda, uma zona de treino com condições semelhantes às de, por exemplo, uma pista de atletismo, para que as consumidoras possam ter a certeza que o modelo que vão adquirir é o que mais se adequa às suas necessidades.

Na frente, mas não à frente do movimento

Ainda que não seja habitual ver manequins com estas proporções, a Niketown não é a primeira loja a expor peças em corpos mais realistas. De acordo com a BBC, a Debenhams utiliza manequins correspondentes aos tamanho 44, desde 2013, e a Missguided preferiu apresentar, no ano passado, a sua coleção em manequins com marcas e condições de pele especiais, como vitiligo, escreveu a Refinery 29. É de notar que ambas ficam no Reino Unido.