Pela Primeira Vez Há Peças Para Criança no Net-a-Porter e São Todas Gucci

Sim, mini Gucci. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © cortesia Net-a-Porter

A partir de 16 de julho, e por um tempo limitado, vai ser possível comprar, pela primeira vez, artigos de Moda infantil no Net-a-Porter.com. Começando em grande, neste primeiro momento, as roupas para os mais novos que o gigante de e-commerce vai disponibilizar terão uma etiqueta comum: a Gucci.

De acordo com Alison Loehnis, presidente do Net-a-Porter, a linha para crianças da marca italiana é «perfeita» para lançar o departamento de moda infantil do site, já que é composta por uma grande variedade de peças — desde babygrows para recém-nascidos a vestuário e sapatos para raparigas e rapazes até aos 12 anos.

A coleção, que é basicamente uma versão em miniatura das peças que o diretor criativo da marca, Alessandro Michele, apresentou em Milão, inclui vestidos em tule com bordados e cristais aplicados; carteiras e mochilas com o icónico monograma da Gucci; t-shirts ilustradas com o logo da marca; casacos e ponchos de lã estampados com gatos e tigres, saias de pregas com as clássicas duas faixas em vermelho e verde; fanny packs bordadas com dragões; e até loafers em pelo.

A coleção estará disponível entre 16 de julho e 27 de agosto, mas as imagens já estão na galeria, em baixo.

Um futuro definitivo?

Apesar de temporária, o Net-a-Porter não descarta a hipótese de, num futuro próximo, fazer da seção de criança uma área permanente do site. «Estando o projeto de moda infantil do Mr. Porter [site de vendas a retalho idêntico ao Net-a-Porter, mas com artigos de Moda masculina] também em andamento, isto pode ser o começo de algo especial», afirmou a presidente, Alison Loehnis, em comunicado de imprensa.

Influencers em ponto pequeno

É impossível falar de influencers em ponto pequeno sem recordar o ano de 2006 e referir Suri Cruise. Hoje, os olhos estão postos em Blue Ivy e North West, filhas de Beyoncé e Kim Kardashian, respetivamente, e também na filha de Kylie Jenner, Stormi Webster, que, com apenas cinco meses, já tem uma coleção de sapatos avaliada em 17 mil euros.

Um fenómeno que levou marcas como a Givenchy, a Louboutin e, mais recentemente, a Alberta Ferreti a criarem linhas para criança.