Esta É a Marca de Malhas de Caxemira Que Tem de Conhecer

Quando se une a melhor caxemira do mundo ao design italiano nasce a Falconeri. Por: Sandra Gato -- Imagens: © D. R.

Já lá vai o tempo em que ter uma peça de caxemira era um privilégio quase tão grande como voar num jato privado ou ter um chef pessoal em casa. Era só para quem podia despender somas avultadas no guarda-roupa. Mas, como tantas outras coisas, a caxemira democratizou-se. Graças a marcas como a Falconeri. Embora tenha nascido em 1999, chegou ao nosso país no ano passado, com a abertura de uma primeira loja nos Restauradores, em Lisboa, e uma segunda, uns meses depois, no Porto.

E rendemo-nos. Porque não há como não querer ter um casaco tão macio que parece não ter peso, com um corte atual e que tanto pode ser usado com jeans como por cima de um vestido de alças para ir jantar fora. E este é apenas um exemplo. A Falconeri tem uma coleção completa todas as estações, para mulher e homem. Mas, apesar de os looks serem atualizados, o que também torna a caxemira especial é a sua capacidade de sobreviver à passagem das tendências. A sua incrível qualidade torna-a intemporal. E versátil.

Falconeri: A caxemira no coração de Itália

Mais suave e fina do que a lã, a caxemira é proveniente das cabras da zona de Caxemira. E é isso que faz toda a diferença. A excelência da matéria-prima aqui é fundamental. Daí que haja especialistas na Falconeri que viajam para ver e comprar o produto in loco e garantir que ele chega a Avio, Itália, nas melhores condições possíveis. Depois, na fábrica, é tratado – estivemos lá e garantimos que enterrar as mãos em tufos de caxemira pura é, provavelmente, o mais parecido que há com mergulhar numa nuvem – e adaptado aos vários modelos que a equipa de designers cria, inspirada tanto em tendências internacionais como em linhas mais clássicas.

A missão da Falconeri é precisamente dizer ao mundo que é possível ter um produto de qualidade superior a um preço acessível, e com o qual queremos viver todos os dias. E essa é outra das grandes vantagens da caxemira: atravessa estações.

OK, vivemos num país com verões quentes, em que nem sempre as malhas têm lugar, mas, com as alterações climáticas, deixou de fazer sentido ter guarda-roupas 100% sazonais. E se é verdade que continuamos a guardar os sobretudos e as lãs grossas quando chega o verão, as peças de caxemira são aquelas que deixamos por perto. Porque, apesar de quentes, são tão leves que constituem a alternativa perfeita assim que chega o outono ou quando a roupa fresca precisa de apoio extra.

E como os presentes de Natal já estão na cabeça (e nas listas) de todas nós, acredite que oferecer uma peça de caxemira é meio caminho andado para o coração de alguém. E também a certeza de estar a contribuir para o tal planeta mais sustentável que todos desejamos. É que se há coisa que a caxemira não é, é descartável. Quando bem cuidada, dura anos e anos, e o objetivo é mesmo que seja usada de várias formas (e até por várias pessoas). A Falconeri  tornou possível o sonho de todas termos peças de caxemira. A nós, resta-nos escolher as cores e as versões que queremos ter. O que, vendo apenas a última coleção, não é (nem nunca será) tarefa fácil.

 

 

O artigo foi originalmente publicado na revista de dezembro da Elle Portugal.