Kering Toma Novas Medidas Para Garantir o Bem-estar Animal

A sustentabilidade é uma das grandes preocupações do grupo que detém a Gucci e a Saint Laurent. Imagens: Imaxtree

A sustentabilidade é um tema que está na ordem do dia, sobretudo para os grandes grupos da indústria da moda. A Kering tem estado na linha da frente em relação a este tema. Agora aperta as regras em relação ao bem-estar animal.

As novas regras da Kering prevêem uma fiscalização mais apertada da forma como os animais são tratados nas explorações. Além disso o grupo de moda francês proibiu a agricultura intensiva e o uso de tratamentos com antibióticos sub-terapêuticos.

Algumas marcas do grupo, como a Gucci, já anunciaram o abandono da pele animal. Ainda assim, uma parte grande do portfólio do grupo é constituídos por marcas com um grande foco na marroquinaria, sendo a pele animal uma das suas principais matérias primas. Por essa razão a marca torna as medidas pelo bem-estar animal mais apertadas.

«Nós queremos realmente ter um foco muito específico no bem-estar animal, este é um tópico importante para os nossos propósitos éticos», disse Marie Claire Devenue ao WWD.