Inês Torcato Quer Revolucionar a Forma Como Fazemos Compras Online

Não nos responsabilizamos por eventuais cliques extra no botão de checkout. Por: Inês Aparício Imagens: © View Fashion Book.

Inês Torcato é tão humana quanto nós. E, por isso mesmo, durante a quarentena, não resistiu a aumentar o número de peças que tem no armário. Mas, ao tentar fazer compras online, acabou por notar que não era tão simples quanto escolher um item, adicionar ao carrinho e fazer checkout.

«Senti uma dificuldade em encontrar peças em que percebesse como me iriam ficar, tanto em termos de imagem, como em termos de tamanhos, da descrição e dos guias que existem no site», confessa à ELLE.pt, depois da apresentação no segundo dia de Portugal Fashion. «As peças são sempre fotografadas em modelos e a maior parte da população portuguesa não tem aquelas dimensões, então não conseguia ter uma identificação com aquela imagem que estava ali, não conseguia entender como é que aquilo me ia assentar», continua.

Assim, decidiu somar um mais um e dar vida à sua nova marca, Torcato, numa linha mais comercial, e, ao mesmo tempo, lançar um site que irá revolucionar o modo como fazemos compras online. De que forma? Trazendo as ferramentas que nem sabíamos que precisávamos para tornar essa experiência mais simples – e prazerosa, atrevemo-nos a dizer.

Descomplicando

Imaginar como uma peça nos assenta sem a experimentarmos num provador, como é possível nas lojas físicas, pode ser um desafio, bem sabemos. Por isso, Inês Torcato quer expôr, no site, o mesmo produto fotografado em modelos diversos, com corpos diferentes e, ainda na grande maioria dos casos, em homem e mulher, uma vez que a coleção será essencialmente sem género.

Além disso, os itens serão acompanhados por «um guia de de tamanhos personalizado para cada peça», explica. «Até posso ter uma peça fotografada em três ou quatro pessoas diferentes, mas há um consumidor que vê o site, mas não se identifica com nenhuma daquelas pessoas. Assim, pelo menos tem uma tabela e consegue, em casa, medir facilmente uma peça que tenha e perceber melhor como vai servir», frisa.

Os básicos obrigatórios

Nesta nova plataforma online – que estará, curiosamente, disponível a partir do dia de aniversário da criadora, a 22 de dezembro -, poderá também encontrar aqueles básicos que fazem sempre falta no guarda-roupa. Mas não serão uns básicos quaisquer, alerta a designer. «Posso ter uma t-shirt branca básica, mas o próprio corte e o molde da t-shirt é para servir bem a vários tipos de corpos diferentes. É uma adaptação técnica, mesmo, escalando a peça, de forma a servir a tamanhos muito diferentes», salienta. «Será um básico bom, bem feito, com bons materiais, tudo nacional, mas repensado», completa.

Uma nova fase

Tudo isto é apenas parte de uma nova etapa na vida profissional da criadora. Sem abandonar a sua marca homónima – que será, agora, «mais [voltada para] projetos especiais», avança -, esta decidiu dar vida à nova insígnia Torcato, com uma componente mais comercial. «Isto já estava na gaveta há algum tempo. Não sabia bem como fazer, porque a minha marca Inês Torcato foi sempre muito baseada numa parte de moda de autor e sempre foi para mim um exercício de libertação. [Nela], podia fazer aquilo que me apetecesse. E queria trazer uma vertente comercial, mas não sabia bem de que forma», esclarece. Mas a pandemia trouxe-lhe a lucidez de que precisava para avançar com essa ideia.

Agora, temos apenas de esperar por uma próxima edição do Portugal Fashion (sim, nós sabemos, ainda nem terminou esta e já estamos a pensar na seguinte), na qual a designer deverá apresentar uma coleção com etiqueta Torcato. Pelo menos, é o que faz parte dos planos: mostrar uma linha da nova marca ou ambas na mesma apresentação, clarifica.