Agora, a Gucci Também Vende Peças Em Segunda Mão

Mais um passo da marca em direção a um planeta mais verde. Por: Inês Aparício Imagens: © D. R.

Se, há uns anos, ainda se olhava com desconfiança para o mercado em segunda mão, agora, até marcas de luxo como a Gucci querem que as suas peças ganhem uma nova vida, a favor do planeta. Para isso, a maison uniu-se à The RealReal, uma plataforma de compra e venda de itens de luxo, de forma a promover uma Moda circular e prolongar o tempo das suas coleções, através da revenda das coleções da casa italiana.

«Enquanto estamos focados na redução da nossa pegada ambiental ao longo de toda a nossa cadeia de abastecimento, estamos também a explorar formas para incluir uma maior circularidade na nossa abordagem», sublinhou o presidente e CEO da maison, Marco Bizzarri, ao WWD. «Através da nossa colaboração do ‘dia nacional da consignação’ [celebrada esta segunda-feira, 5 de outubro] com a The RealReal, nos Estados Unidos, estamos a destacar a longevidade inerente das coleções da Gucci. A popularidade crescente do mercado de segunda mão é muito interessante para nós e podemos incorporá-lo numa abordagem abrangente à circularidade que toca em todas as áreas do negócio e expande o prazo de validade dos produtos», adicionou.

Bizzarri salientou ainda a capacidade de Alessandro Michele, diretor criativo da casa italiana, «conceber uma coleção como uma narrativa contínua», o que contribui para o prolongamento da vida das peças. «As suas coleções são uma mistura entre peças intemporais e novos itens, o que significa que não têm uma estação definida. Esta intemporalidade possibilita que os clientes utilizem os nossos produtos durante mais tempo. De um lado mais técnico, isto ajuda-nos a tornar exequível o upcycling a partir de coleções anteriores e dar uma nova vida a materiais que já usámos», explicou o CEO da marca, acrescentando que estão a «olhar para a sustentabilidade de todos os ângulos possíveis».

De mão em mão

Composta por peças de roupa para mulher e homem – e, quem saiba, um dia, da recente coleção sem género -, além de acessórios, a parceria combina itens diretamente da Gucci e outros consignados. Existirá uma curadoria de novas peças diariamente, da qual resultará a adição de produtos de linhas atuais, clássicos e vintage.

Uma nova árvore por cada peça

Prova de que, quando Marco Bizzarri dizia querer explorar todas as possibilidades para uma Gucci mais verde, era mesmo verdade, é o facto de, por cada venda ou adição de uma nova peça da marca por um consumidor, uma árvore será plantada. Esta ação faz parte de uma colaboração com a organização sem fins lucrativos One Tree Planted, que promove a reflorestação na Amazónia, Califórnia e outras zonas afetadas pelas alterações climáticas.