As Novas T-shirts Feministas da Dior Querem Que As Mulheres Fiquem Unidas

«Sisterhood Is Powerful» é uma das expressões que estampam as peças da coleção de outono/inverno 2019. Por: Inês Aparício -- Imagens: © Imaxtree.

Quando chegou à Dior, Maria Grazia Chiuri queria que todos nos tornassemos feministas. Por isso, deu o primeiro passo logo na primeira coleção que criou para a maison, estampando a expressão «We Should All Be Feminists» em t-shirts que se tornaram rapidamente peças de culto. No entanto, a voz pela igualdade de género não se calou na primavera/verão de 2017. Agora, ao apresentar as propostas para o outono/inverno 2019/20, durante a Semana de Moda de Paris, enviou pela passerelle novos modelos que levam o empoderamento das mulheres além.

O mantra pode ser diferente, mas a lógica é a mesma: as mulheres são mais fortes juntas. «Sisterhood Is Global», «Sisterhood Is Powerful» e «Sisterhood Is Forever» surgem em letras de cores e tipografias diferentes na fronte de T-shirts brancas, semelhantes às inspiradas no título do livro de Chimamanda Ngozi Adichie, «We Should All Be Feminists».

«O simples facto de escolher uma peça de roupa torna-se uma mensagem política. As t-shirts prestam uma homenagem ao trabalho literário de Robin Morgan, a poeta feminista americana, com elementos dos livros Sisterhood is Powerful (1970), Sisterhood is Global (1984) e Sisterhood is Forever (2003), que celebram o conceito de irmandade», explica a Dior, citada pela a autora da trilogia que aborda o feminismo na década de 70, no Instagram. Contudo, a edição britânica da Harper’s Bazaar salienta que as expressões foram inicialmente utilizadas por Kathie Sarachild num discurso que deu no primeiro leilão público da New York Radical Women.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

So happy to be able to share this wonderful news with all of you now. Maria Grazia Chiuri––the first female Creative Director of DIOR in its 73-year history––recently approached me wanting to collaborate on her Autumn/Winter 2019-2020 collection, which debuted today in Paris. As she and DIOR have put it, “The simple fact of choosing one’s clothes becomes a political semaphore. Silkscreened t-shirts pay homage to the literary works of Robin Morgan, the American feminist poet, with elements from Sisterhood is Powerful (1970), Sisterhood is Global (1984) and Sisterhood is Forever (2003), which celebrate the concept of sorority.” I’m gratified by this collaboration with Maria Grazia––and the statement these t-shirts make––as much as I am by our newfound friendship. Much more to come, and much more to say. But for now: La sororité est puissante! La sororité est globale! La sororité est éternelle! #SisterhoodIsPowerful #SisterhoodIsGlobal #SisterhoodIsForever #MariaGraziaChiuri #Dior #DiorShow #DiorFW19 #DiorAW19 #DiorCouture #PFW #Paris #ParisFashionWeek @dior @mariagraziachiuri

Uma publicação compartilhada por Robin Morgan (@therobinmorgan) em

Ainda não existe informação quanto à data em que as peças estarão disponíveis, mas até lá, pode vê-las na galeria, em cima.