A COS Vai Ter Uma Plataforma Para Comprar e Vender Peças Em Segunda Mão

Mais um passo com a sustentabilidade em mente. Por: Inês Aparício Imagens: © D. R.

Quer através da procura por materiais mais amigos do ambiente, quer de técnicas «verdes», a aposta da indústria da Moda na sustentabilidade é, a cada dia que passa, mais clara. Mas esses não são os únicos passos dados nessa direção. Depois de a H&M e a Marques’Almeida terem anunciado a possibilidade de alugar as suas peças, a COS segue um caminho semelhante, dando a oportunidade aos seus consumidores de comprar e vender itens da marca em segunda mão.

Vida longa às peças

É através da plataforma Resell que a marca pretende prolongar o tempo de vida de peças que faziam já parte dos nossos guarda-roupas. Comprando ou vendendo os itens na plataforma digital, os consumidores ganham, assim, uma nova oportunidade de renovar os seus armários, mas de forma mais sustentável. As peças, que podem ser escolhidas do arquivo da COS dos últimos 13 anos, são, como é já comum na marca, intemporais, permitindo usar e voltar a usar vezes sem fim, ao longo das diferentes estações.

De momento, esta iniciativa está ainda em fase de lançamento, pelo que é apenas possível inserir as peças que pretende vender. O tiro de partida é dado durante este mês no Reino Unido e Alemanha, expandindo-se a nível global ao longo do outono.