Este Modelo Clássico da Tudor Acaba de Ganhar Uma Nova Versão

O azul-marinho continua a ser um clássico Tudor. Por: Marisa Azevedo Imagens: © D. R.

Há dois tipos de fãs de relógios, aqueles que só o usam para completar o look do dia (#OOTD) e aqueles que preferem ver as horas através de ponteiros ao invés do ecrã de um smartphone. Se faz parte deste segundo grupo, o Black Bay Fifty-Eight «Navy Blue», da Tudor, pode muito bem a ser um daqueles que vai querer ter no pulso. Isto porque se trata de um clássico (claro!) mas também porque agora o modelo acaba de ganhar novas versões. Com uma imagem mais contemporânea (que mantém tradicional azul-marinho) a linha Black Bay apresenta este clássico com um ar mais fresco, porém, intemporal.

O Black Bay, um dos relógios mais populares da Tudor, foi usado pela Marinha Francesa, servindo como exemplo para todos os modelos desportivos que se seguiram (não só dentro como fora da marca), que imitaram o tom azul do mostrador que acabou por se tornar  numa referência estética ganhando assim o nome «azul Tudor».  Mas este não foi o primeiro a ser lançado com capacidade para suportar altas profundidades. Em 1958 a marca lançou o Big Crow, um modelo que aguentava uma submersão até 100m. Só 11 anos depois – em 1969 – é que a relojoeira lançava este (na altura, novo) modelo que acabou por se tornar num dos maiores protagonistas da marca.

 

Um clássico mais contemporâneo

Os ponteiros angulares – mais conhecidos como Snowflake – característicos da Tudor, também são usados para o modelo Navy Blue. A sua caixa é em aço inoxidável e tem o mostrador em cúpula azul-marinho opaco com marcadores aplicados.

Pode juntar ao seu relógio uma das três braceletes disponíveis, a de tecido Jacquard azul com faixa prateada, a «soft touch» azul – fabricada com material sintético que se assemelha a flanela – e a de aço com rebites e está disponível

O modelo da Black Bay Fifty-Eight «Navy Blue» estão disponíveis online por €3.230.

Conheça na galeria, o novo relógio da Tudor.