Personalidades Escrevem Carta Aberta e Pedem Justiça Por Marielle

Ava DuVernay, Naomi Campbell, Chimamanda Ngozi Adichie e Janelle Monáe são alguns dos nomes na lista. Por: Vítor Rodrigues Machado -- Imagem: © Instagram.

Passaram-se nove dias desde que Marielle Franco, ativista e vereadora da câmara do Rio de Janeiro, foi assassinada, juntamente com o seu motorista, Anderson Pedro Gomes, após ter saído do debate «Jovens Negras Movendo Estruturas», onde era moderadora, na Casa das Pretas, no Rio de Janeiro.

Na altura foram dados a conhecer alguns dos detalhes do crime, como quem viajava com ela, quantas balas foram disparadas, a que horas foram disparadas, e até mesmo a matrícula do carro em questão. Foi inclusivamente aconselhado pela Organização das Nações Unidas que, este caso fosse resolvido o quanto antes, por uma equipa de investigadores independentes. Mas, mesmo sabendo tudo isto, quase nada foi feito, para já, para resolver este caso.

Agora, uma série de personalidades internacionais (ligadas a movimentos ativistas, mas não só) escreveram e subscreveram uma carta aberta, publicada esta quinta-feira no jornal The Guardian, pedindo que este caso fosse tratado de forma célere e transparente.

«Estamos muito preocupados e chocados com o assassinato desta mulher que era uma voz para aqueles que não tinham voz, e um símbolo de resistência (…). Tendo em conta que o assassinato de Marielle apresenta todos os sinais de uma morte encomendada, pedimos a criação de uma comissão formada por proeminentes e respeitados especialistas nacionais e internacionais em direitos humanos e jurídicos que se encarreguem de realizar uma investigação independente do assassinato de Marielle Franco com a total cooperação das autoridades judiciais e policiais estaduais», pode ler-se na carta.

No total foram quase 40 as personalidades que decidiram assinar esta carta. Entre elas estão nomes como Ava DuVernay, Chimamanda Ngozi Adichie, Janelle Monáe, Naomi Campbell, Pamela Anderson, Wagner Moura, Gael García Bernal ou Yanis Varoufakis.

Para além destas, foram também muitas as celebridades que fizeram publicações nas suas redes sociais mostrando a sua indignação e exigindo justiça por Marielle, pela sua companheira, e pela sua filha.