Alegadas Vítimas de Jeffrey Epstein Contam As Suas Histórias Num Documentário

Em quatro partes, a série documental chega à Netflix no final deste mês. Por: Inês Aparício Imagens: © D. R.

Através das vozes das alegadas vítimas que acusaram Jeffrey Epstein de tráfico sexual e conspiração para cometer esse mesmo crime, chega, à Netflix, uma série documental sobre o caso que levou o multimilionário norte-americano, no ano passado, à prisão, onde terá acabado por se suicidar. A estreia de Jeffrey Epstein: Podre de Rico está marcada para 27 de maio, mas o trailer já está disponível.

Realizado por Lisa Bryant, este documentário em quatro partes «expõe o dinheiro, poder e segredos por trás da rede de tráfico sexual internacional que levou à detenção de Epstein», adianta a Netflix, na descrição da série. Nesta, as mulheres que denunciaram os supostos abusos sexuais na ilha privada do empresário – conhecida como «a ilha da pedofilia» – e na residência do presumível pedófilo, em Palm Beach, Flórida, relatam as suas experiências.

Sem um ponto final

Numa procura por justiça, que acreditam não ter conseguido devido à morte de Jeffrey Epstein, um mês após a sua detenção, em Nova Iorque, as alegadas vítimas afirmam, no trailer, que o suicídio do acusado não coloca um ponto final no caso. «Ele pode estar morto, mas não agiu sozinho. E nenhum deles foi responsabilizado», ouve-se uma das mulheres dizer. «Derrubem-os. Derrubem-os a todos», declara outra.

Duque de York pode voltar à berlinda

Apesar de no triler não se falar diretamente do Duque de York, no trailer surge a fotografia que envolveu o Príncipe André no escândalo sexual.

Veja, em baixo, o trailer completo.