15 Espaços Para Tornar Os Jantares Para A Época Festiva (Ainda) Mais Mágicos

Dos jantares de empresa à consoada ou à passagem de ano. Há opções para todos os momentos. Por: ELLE Portugal Imagens: © D. R., Pedro Sampaio Ribeiro.

Os jantares de Natal aparecem nas nossas agendas como a quantidade de açúcar que consumimos durante a quadra. Em doses industriais, portanto. Contudo, por vezes, é difícil escolher o espaço para os tornar realidade. Ou melhor, era. Com as sugestões que reunimos, em baixo, isso pode ser riscado das nossas to do lists, dando-nos mais tempo para decorar as letras das novas músicas de Natal. Existem opções para as reuniões de empresa de final de ano, consoada, dia de Natal e para as últimas horas de 2019. E também em diversos pontos do país.

Corinthia Lisbon

É o filme The Greatest Showman que dá o mote ao jantar de fim de ano do Corinthia Lisbon. Cantores, acrobatas e bailarinos acompanham ao longo da noite os pratos que chegam continuamente à mesa. A dar o tiro de partido, está uma entrada de esferas de carne de aves de caça selvagem, seguida de um prato principal que quase poderia ter sido retirado da ceia de natal: bacalhau com farelos de broa de milho e espinafre refogado em tinta de choco. Além deste, há uma opção de medalhões de novilho e puré de maçã Granny Smith, que não será apresentado sem um sorbet de lima com rum, mel e hortelã pelo meio, para limpar o paladar. Para terminar a refeição, a sobremesa surge em forma de semi frio de goiaba e o creme exótico com rum e gelado de baunilha com canela.

Four Seasons Ritz Lisboa

Depois dos presentes abertos durante a manhã (isto se não for daquelas pessoas que ficam acordadas até à meia noite para desembrulhar as prendas), o Natal continua à mesa. No Four Seasons Ritz, a proposta é a de um banquete composto por bacalhau assado, pargo com molho à portuguesa, confit de cabrito com condimento de noz macadâmia, molho de zimbro e laranja e, para sobremesa, as mais tradicionais da quadra: bolo rei, tronco de natal, arroz doce e, ainda, mil folhas de framboesa e pistácio. O buffet de Natal, servido no salão Pedro Leitão, tem um custo de €180 por pessoa, sem bebidas (ainda que esteja incluído um copo de champanhe).

Solverde Hotel Algarve Casino

No Solverde do sul do país, o bacalhau marca a presença em quase todos os momentos da refeição. Dizemos quase, porque, como seria de esperar (e de agradecer a uma entidade divina), a sobremesa está livre desta tradição de Natal. Contudo, chega à entrada em forma de salada com salicórnia e, ao prato principal, quer num bacalhau à Gomes de Sá, quer com puré de grão e grelos salteados. Além destes, existem as opções de salmão com creme de soja e espinafres, empada de aves com legumes frescos da época, peito de perú recheado com manga e castanhas e vitela assada com batatas no forno.

Restaurante Tavares

É com pompa e circunstância que o ano muda no Restaurante Tavares. E, com a mudança de década, não é para menos. Assim, para dar inicío à última refeição de 2019, este propõe ostras, salmão Balik, blini e caviar Oscietra, foie gras e brioche de frutos secos. Tudo isto, ainda antes das próprias entradas, compostas por tortellini de lavagante azul e pithivier de perdiz, boletos e trufa preta. Segue-se um pregado, acompanhado por batata fumada e beurre blanc, além de carré de borrego, castanha e trufa branca, como pratos principais. O menu, que inclui ainda sobremesa, café, petit-fours, champagne e passas tem um custo de €250. Este pode ser reservado a partir do site do espaço ou através do contacto 213 421 112.

Tivoli Carvoeiro Algarve Resort

A saída do pai natal da Lapónia está marcada para mais cedo que o habitual. A razão? As celebrações no Tivoli Carvoeiro Algarve Resort, em Lagoa, começam logo a 15 de dezembro. É a partir desse dia que o Azur Bar recebe o Chá de Natal, composto por sanduíches, scones, doces típicos e chás. Contudo, os reais jantares de natal estão pensados apenas para a consoada – composto por cinco pratos, vinhos algarvios e buffet de sobremesas – e o dia de natal – a ementa inclui três pratos, além do buffet de entradas e sobremesas – propriamente dito. Não sem antes se realizarem um workshop de doces com os chefs do hotel (23 de dezembro) e uma prova de vinhos portugueses (20 e 27 de dezembro).

Conrad Algarve

A noite de Natal é já, por norma, repleta de estrelas. Mas, caso opte passá-la no restaurante Gusto by Heinz Beck, terá uma adicional: uma estrela Michelin. Neste espaço em Almancil, a ceia, a 24 de dezembro, é composta por cinco pratos (€175 por pessoa), acompanhados por música ao vivo, enquanto que o almoço de Natal, no dia seguinte, faz-se de sabores mediterrânicos.

No mesmo hotel, mas no restaurante Louro, os pratos do jantar de Natal são quatro e repletos de sabores tradicionais portugueses (€95). No entanto, se quer fugir da palavra tradição, pode optar por um brunch de Natal, no qual o buffet será servido com uma flute de champagne.

SUD Lisboa

Se os vegetarianos começaram a pensar que não havia alternativas para eles, nada temam. Entre 1 e 23 de dezembro, o chef Patrick Lefeuvre prepara cinco menus com opções vegetarianas. Estes podem ser para partilhar, em grupos de quinze a trinta pessoas. As ementas são compostas por bacalhau com pimentos, tomate, alcaparras e manjericão, lombinho de porco preto com gnocchi de alho e citrinos, legumes da época e
ameijoas, e medalhão de lavagante suado, tagliolini de trufa e limão. Para terminar, chegam à mesa uma sopa de frutos vermelhos aromatizados com manjericão, mousseline de chocolate negro, e a panna cotta de citrinos, crocante de chocolate e gomos de laranja.

Torre de Palma

À mesa de Natal tipicamente portuguesa, não pode faltar o bacalhau. Ou, em algumas regiões do país, o cabrito. Por isso, ambos fazem parte do menu preparado propositadamente para a quadra do hotel Torre de Palma. Além destes, enquanto prato principal, existe ainda a opção de bochecha de novilho estufada ou creme de abóbora. A refeição termina com uma seleção de frutas da praça, crème brûlée de poejo ou, ainda, a sobremesa do basilii – uma sericaia como espuma de queijo mascarpone com lima, gelado de limão, canela e ameixa d’Elvas.

 

Sofitel Lisbon Liberdade

Como o Natal é antónimo de preocupações, o Sofitel Lisbon Liberdade oferece opções quer para os indecisos, como para os mais decididos. Enquanto que os primeiros podem optar por uma consoada em versão buffet (€80), composta por quatro pratos principais – desde arroz de pato com passas e pinhões a uma cataplana de marisco com camarão e mexilhão -, além de uma longa lista de entradas e sobremesas tradicionais, os restantes podem escolher o menu (€100) presente no restaurante AdLib. Este é iniciado por uma Terrina de Foie Gras com Tangerina e Amêndoa Caramelizada, seguida de Bacalhau Confitado com Espinafres e Broa de Milho e Cabrito do Monte Salteado com Cogumelos Chantarel e Pastel de Pão. Para finalizar, chegam à mesa sonhos de abóbora, rabanadas, árvore de Natal, arroz doce e bolo-rei.

Mano a Mano

No Mano a Mano, o trenó do Pai Natal sobrevoa Itália, numa viagem entre passado e presente. Inspirada, ora no imperador Júlio César, ora no ex-primeiro ministro Silvio Berlusconi, a ementa para a quadra está disponível até ao dia 24 de dezembro. Assim, além de ser uma boa opção para uma consoada fora de casa, é-o também para os jantares da empresa ou com amigos. Principalmente se procurar uma opção menos tradicional. No menu Júlio César (€30), terá uma Bruschetta Mano a Mano e Burrata como entrada, seguida das pizzas Mano a Mano, Prosciutto e Funghi, e Primavera, além de Penne al Pesto e Risotto alla Amatriciana. Já no menu Silvio Berlusconi (€25), as pizzas incluídas são a Margherita, Rústica e Melanzane, que partilham o espaço com o Spaghetti alla Carbonara e Risotto Falso. Ambas as cartas terminam com uma torta de chocolate.

Avenida SushiCafé

De Itália, viajamos até ao Japão. É de lá que a Avenida SushiCafé traz (sem surpresas) os sabores orientais para grupos de dez a 20 membros. Disponível de 15 de novembro a 30 de novembro (à exceção dos dias 24 e 25 de dezembro), o menu tem como prato principal um combinado de sushi e sashimi, composto por makis, nigiris, gunkan e sashimi, feitos no momento com os peixes do dia. Além destas 20 peças por pessoa, a refeição incluiu entrada, sobremesa, vinho, água e café, por €45. As reservas devem ser feitas pelo menos três dias antes do jantar através do email avenida@sushicafe.pt ou do 914 859 526.

Soão

Também da Ásia, chegam as propostas do restaurante Soão, em Lisboa. Até 24 de dezembro, este recebe o Dongzhi Festival, uma celebração do solstício de inverno. Para o comemorar, o chef Luís Cardoso preparou um menu para grupos de, no mínimo, seis pessoas e, no máximo, 14, com pratos típicos deste. Depois de um amuse bouche asiático surpresa, a refeição inicia com três Dim Sum diferentes (a chamuça asiática de cabra Keema samosa, o dim sum de champanhe, lavagante e gamba Harg Gow, e a Tung Tong de frango e castanha de água). Daí, continua com o Gyakumaki, rolo de salmão, abacate e camarão, sopa wonton de pato e caril vermelho. O menu custa €45 por pessoa e inclui vinho, cerveja, água e chás. Este está apenas disponível por reserva, através do 210 534 499 ou do email reservas@soao.pt.

Maison Albar Le Monumental Palace

A pensar nos jantares de grupo, de consoada e de natal, o Maison Albar Le Monumental Palace criou opções para todos esses momentos. Para os primeiros, desenvolveu um menu na brasserie Café Monumental (€36), enquanto para o dia 24 de dezembro trouxe uma carta na qual o foie gras de pato ‘mi-cuit’ com raiz de aipo e vinho do Porto branco, assim como o lombo de bacalhau com tártaro de ostras e alho francês ganham destaque (€120). Já no dia de Natal, será servido um brunch na mezzanine do Le Monument entre as 13h e as 16h. Este será composto por variadas saladas, entradas e mariscos, além de bife Wellington. lombo de bacalhau e sobremesas de Natal.

Hotel Fortaleza do Guincho

É em versão DIY (do it yourself) que chega ao Hotel Fortaleza do Guincho o menu. Ou seja, com o auxílio do chef Gil Fernandes, o consumidor desenha o seu próprio menu. Este tem de escolher entre três (€75) ou quatro (€95) pratos, com peixes e legumes da época. Ambas as cartas incluem diversos amuse bouche, assim como vinho, água e café. Os protagonistas destas são sempre os sabores portugueses, nos quais o espadarte, o marmelo, o nabo ou a couve ganharam certamente destaque. A reserva é de caráter obrigatório, com o mínimo de dez dias de antecedência. Pensada para grupos com um mínimo de dez elementos, esta opção estará disponível entre 1 de dezembro e 15 de janeiro aos almoços e jantares, exceto a 24,25 e 31 de dezembro, além de 1 de janeiro.

The Decadente

Antes da contagem decrescente para o novo ano, iniciado, habitualmente, com fogo-de-artifício, champanhe e doze passas, à mesa do The Decadente chegam cinco pratos. O primeiro é um creme de ervilhas com crocante de frutos secos, seguido por uma cavala marinada em soja com rúcula, cebolinho e laranja. Posteriormente, passando para os pratos principais, surgem o bacalhau meia cura confitado com legumes baby, crocante de pão alentejano e ameijoa e uma pressa de porco preto com puré de castanhas, shitake e demi glace trufado. A refeição termina (tal como 2019) com um pudim de mel, telha de chocolate e gel de citrinos. Em alternativa, existem, para os vegetarianos, raviólis de legumes e um mil folhas de legumes com puré de aipo. O jantar tem o valor de €69 por pessoa e as reservas podem ser feitas através do email reservas@thedecadente.pt.