Elisabete Jacinto Deu a Portugal o Primeiro Lugar No Rali Africa Eco Race

A piloto portuguesa conquistou o primeiro lugar do rali africano na categoria dos camiões. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © Facebook Elisabete Jacinto

Há vários anos que Elisabete Jacinto sonhava com a grande vitória no Africa Eco Race, uma das maiores maratonas de todo-o-terreno da atualidade. Por duas vezes consecutivas, em 2011 e em 2012, quase triunfou ao ficar na segunda posição na categoria dos camiões (categoria T4). Em 2019, à 11º edição da prova e ao volante de um camião MAN, o sonho tornou-se realidade e a piloto portuguesa conquistou, por fim, o cobiçado primeiro lugar na já citada categoria.

«Agora sim posso dizer que ganhei a corrida, ganhei o Africa Race, ganhei na categoria dos camiões», afirmou Elisabete Jacinto ao jornal Record depois de completar a etapa de consagração (a 12ª e última da prova) no passado domingo, 13 de janeiro. «Isto representa muitos anos de dedicação, muitos anos de trabalho, e neste momento sou uma mulher realizada. Valeu a pena», acrescentou a campeã.

Este primeiro lugar de Elisabete Jacinto na categoria dos camiões representa na classificação geral (que junta automóveis e camiões) a quinta posição. A portuguesa dividiu a vitória com os seus dois colegas de equipa, o navegador José Marques e o mecânico Marco Cochinho, que a acompanharam no interior do veículo durante todo o rali. «Estamos muito felizes com o que fizemos nesta prova. Recebemos um troféu enorme e pesado e não cabemos em nós com tanto orgulho», afirmou o trio luso, em comunicado.

Feito extraordinário

Aos 54 anos, Elisabete Jacinto fez o que nenhuma outra mulher conseguiu fazer com um camião nas mãos. «Foi um dia histórico para o desporto motorizado internacional pois é a primeira vez que uma mulher vence uma longa maratona de todo-o-terreno ao volante de um camião. A alemã Jutta Kleinshmidt foi pioneira entre os automóveis, ao vencer em 2001 o Paris Dakar aos comandos de um Mitsubishi. Agora Elisabete Jacinto torna-se percursora nos camiões», destacou a assessoria de imprensa da piloto, em comunicado.