Seguranças que Expulsaram Fãs de Dua Lipa Durante Concerto Foram Detidos

O episódio ocorreu em Xangai, depois de dois seguranças terem expulsado à força alguns fãs da cantora. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © GTRESONLINE.

Atualização (20/09)

Os seguranças que expulsaram alguns fãs de Dua Lipa durante o primeiro concerto da cantora britânica em Xangai, na China, no passado dia 12 de setembro, foram detidos pelas autoridades chinesas. De acordo com informações a que o site NME teve acesso, a polícia do distrito de Qingpu deteve dois seguranças, um homem de 22 anos e outro de 20. A ambos foi atribuída uma pena de detenção de 10 dias. À empresa de segurança para a qual os homens trabalhavam, as autoridades emitiram um aviso para que situações idênticas não voltassem a acontecer.

Original (13/09)

Dua Lipa, que está neste momento em digressão pelo continente asiático a promover o seu primeiro álbum de estúdio, lançado em 2017, ficou em lágrimas quando, ontem à noite, durante o seu espetáculo em Xangai, viu alguns dos seus fãs serem expulsos do recinto onde atuava.

Não, os fãs da cantora não foram expulsos do National Exhibition and Convention Center por perturbarem o normal funcionamento do concerto, mas por terem dançado e acenado vivamente a bandeira gay, de acordo com algumas testemunhas que se encontravam na plateia. Estes dois gestos, encarados como demonstrações de apoio à comunidade LGBTQI na China, acabaram por não ser bem aceites pelas autoridades de segurança e motivaram as expulsões.

O episódio ficou registado em vídeos que já estão a correr as redes sociais. Neste abaixo, por exemplo, é possível ver o momento em que uma jovem fã de Dua Lipa é puxada, à força, da cadeira. Outros mostram alguns fãs a levantarem-se dos assentos para dançar ao som das músicas da cantora para, logo depois, serem detidos pelos seguranças.

«Quero criar um ambiente realmente seguro para nós todos nos divertirmos», disse a cantora, depois do incidente, ainda em palco. «Quero que dancemos. Quero que cantemos, quero que tenhamos bons momentos».

Apesar de a homossexualidade ser legal na China desde 1997, o preconceito em relação à comunidade LGBTQI é muito. Ainda em abril, a Sina Weibo, uma plataforma chinesa para blogues, anunciou que iria fazer uma «campanha de limpeza» e remover todos os conteúdos de caráter homossexual — uma campanha que foi severamente criticada pelas associações de defesa dos direitos LGBTQI e que acabou por não ser posta em prática.

A mensagem de agradecimento de Dua Lipa

A seguir ao espetáculo, Dua Lipa endereçou uma mensagem de agradecimento aos fãs. «A noite de ontem foi para os meus fãs. (…) Estarei do vosso lado, do lado do vosso amor e das vossas crenças, e estou orgulhosa e grata por terem encarado o meu espetáculo como um lugar seguro onde podem demonstrar o vosso orgulho. O que vocês fizeram requer uma enorme bravura», escreveu a cantora de 23 anos no Twitter. «Quero que minha música traga força, esperança e união. Fiquei horrorizada com o que aconteceu».

Dua Lipa expressou ainda a vontade de «no momento certo» voltar a atuar em Xangai. «E quem sabe ver uma sala cheia de arco-íris».