Há Uma Coisa no Filme «O Diabo Veste Prada» Que Não Agradou à Autora

E envolve Meryl Streep... #DRAMA Por: Vítor Rodrigues Machado -- Imagem: © Fox 2000 Pictures

Passaram 12 anos desde que O Diabo Veste Prada estreou nos cinemas, e por isso, seria de esperar que (tendo em conta este longo espaço temporal) já se soubesse tudo sobre o filme e sobre a opinião de todos os seus intervenientes – desde os operadores de câmera aos figurantes. Mas aparentemente não. Lauren Weisberger, a autora do livro que foi adaptado ao grande ecrã, veio agora confessar um pequeno (ok, grande) detalhe do qual não gostou na versão cinematográfica.

Aparentemente e apesar de, na opinião da escritora, Meryl Streep ter desempenhado um papel brilhante enquanto Miranda Priestly, Weisberger achou que a Fox (o estúdio responsável pela produção da longa-metragem) tinha tornado a personagem menos fria do que era suposto.

«Eu tive muito pouco envolvimento no filme. Eu adorei-o, acho que ficou muito bom. Ainda assim, não amei o facto de eles terem humanizado tanto a Miranda. Entendo que a Meryl Streep quisesse interpretar uma personagem tridimensional, porque ela é a pessoa mais talentosa que conhecemos, mas tive muita dificuldade em imaginar a Miranda Priestly a chorar no quarto do hotel ou a confidenciar algo à Andy. Eu fiquei do tipo ‘Mas ela está a chorar? Não me parece!’» afirmou Weisberger, numa entrevista à Cosmopolitan inglesa.

A autora acrescentou ainda: «Acho que resultou para o filme, mas acho que o livro funcionou melhor sem isso».

As revelações da autora foram feitas durante o Big Book Festival da Hearst, quando falava sobre a sua nova obra, The Wives/When Life Gives You Lululemons (o livro tem dois títulos, o primeiro para a versão britânica e o segundo para o mercado americano) que acompanha a vida de Emily Charlton, depois de deixar a Runway.

 

HE SET HER UP. THEY’LL BRING HIM DOWN. Welcome to Greenwich, Connecticut, where the lawns and the women are perfectly manicured, the Tito’s and sodas are extra strong, and everyone has something to say about the infamous new neighbor. Let’s be clear: Emily Charlton does not do the suburbs. After leaving Miranda Priestly, she’s been working in Hollywood as an image consultant to the stars, but recently, Emily’s lost a few clients. She’s hopeless with social media. The new guard is nipping at her heels. She needs a big opportunity, and she needs it now. When Karolina Hartwell, a gorgeous former supermodel, is arrested for a DUI, her fall from grace is merciless. Her senator-husband leaves her, her Beltway friends disappear, and the tabloids pounce. In Karolina, Emily finds her comeback opportunity. But she quickly learns Greenwich is a world apart and that this comeback needs a team approach. So it is that Emily, the scorned Karolina, and their mutual friend Miriam, a powerful attorney turned stay-at-home suburban mom, band together to not only navigate the social land mines of suburban Greenwich but win back the hearts of the American public. Along the way, an indispensable ally emerges in one Miranda Priestly. With her signature wit, Lauren Weisberger offers an alluring look into a sexy, over-the-top world—and proves it’s style and substance together that gets the job done. When Life Gives You Lululemons releases June 5, 2018. And, for the first time in my writing career, the US and the UK are using different titles and jackets for one of my books. The US version is When Life Gives You Lululemons and the UK version, called The Wives. **They are the same story, just with different titles and jackets. Available in the UK 12 July 2018. #WhenLifeGivesYouLululemons #TheWives #ComingSoon #PreOrder @simonbooks

Uma publicação compartilhada por Lauren Weisberger (@laurenweisberger) em