A Sequela de ‘The Handmaid’s Tale’ Também Vai Ser Adaptada Ao Pequeno Ecrã

É caso para dizer «Praise be». Por: Inês Aparício -- Imagens: © D. R.

Enquanto esperamos que The Handmaid’s Tale volte (podemos só fazer uma pausa dramática para perguntar o que é que foi aquele último episódio da série, porque, meu deus, as lágrimas), boas notícias chegam aos nossos ouvidos. A sequela do drama distópico, The Testaments, vai ser adaptada ao pequeno ecrã. Avançada pela Time, esta quarta-feira, 4 de setembro, a notícia é ainda parca em detalhes, mas, de acordo com a revista, a transposição do romance de Margaret Atwood – com o qual se tornou numa das finalistas do prémio Booker – será concretizado pela Hulu e a MGM.

Bruce Miller, que tem a seu cargo a produção de The Handmaid’s Tale, estará envolvido na discussão sobre a forma que a nova história tomará no pequeno ecrã. Contudo, não é ainda claro se a narrativa da obra The Testaments será apenas uma continuação da série já existente, ou se será realizada em separado.

A história de The Testaments

Ao contrário da obra que deu origem à tão aclamada série da Hulu, The Testaments não será contada da perspetiva de Offred, mas sim de outras três personagens femininas ligadas a Gilead: uma jovem mulher que cresceu nessa sociedade opressiva, uma adolescente do Canadá que só mais tarde descobre que nasceu nesse país e, por fim, Aunt Lydia, a vilã de ambas as histórias. Esta narrativa passa-se 15 anos após a cena final da protagonista no primeiro livro, o momento em que a porta da carrinha preta bate e a personagem está prestes a ser levada para um futuro incerto.

O livro chega às bancas a 10 de setembro, mas, entretanto, foram já divulgados excertos de The Testaments em diversos meios de comunicação de vários pontos do mundo, como o The Guardian, o The Sydney Morning Herald e o The Age.