Coachella Lança Iniciativa Para Fazer Frente ao Assédio Sexual no Festival

Organização do Coachella quer promover um «festival inclusivo e seguro para todos». Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © D.R

Ser vítima de assédio sexual num festival de música não é um cenário disparatado, é real. Uma sondagem britânica divulgada no verão do ano passado revelou o lado mais obscuro destes eventos pautados por concertos ao ar livre: um em cada cinco festivaleiros (homens e mulheres) — e mais de dois em cada cinco, se atentarmos somente no público feminino com menos de 40 anos — afirmou já ter sido vítima de assédio ou abuso sexual num festival do Reino Unido. Nos Estados Unidos da América, a situação não é diferente. A um inquérito realizado em 2017 pela organização sem fins lucrativos Our Music My Body responderam cerca de 500 pessoas que têm por hábito frequentar festivais de música: 92% das mulheres que participaram na ação revelaram já ter experienciado alguma forma de assédio. Comentários indesejados, gestos obscenos e apalpões estavam entre os episódios mais comuns.

Para fazer frente a este quadro, a organização do Coachella decidiu lançar a Every One, uma iniciativa que, em última instância, visa promover «um festival seguro e inclusivo» para todos, independentemente da identidade ou expressão de género, da orientação sexual, da raça, da religião, da idade ou da condição física.

«O Coachella não irá tolerar qualquer forma de agressão ou assédio, seja sexual, físico ou verbal. Qualquer pessoa que viole esta política está sujeita à expulsão imediata do festival», lê-se no site da iniciativa, que será implementada já na edição deste ano, no segundo e terceiro fins de semana de abril. De acordo com a informação disponível online, haverá no recinto do Coachella profissionais treinados para atuar em situações que possam comprometer a segurança dos festivaleiros, bem como tendas de descanso e salas de apoio aos participantes.

Por meio desta iniciativa, a organização do festival encoraja todos os festivaleiros a denunciarem casos de má conduta, a respeitarem as culturas do próximo e a pedirem consentimento. Em suma, a fazerem «a sua parte».

Cartaz completo

A presença já confirmada de Ariana Grande na edição de 2019 do evento faz da autora de Thank U, Next a mais jovem cabeça de cartaz da história do Coachella. O festival, que se realiza na cidade de Indio, no sul da Califórnia, nos fins de semana de 12, 13 e 14 e de 19, 20 e 21 de abril, vai ainda contar com atuações de Childish Gambino e Tame Impala. Rosalía, Nina Kraviz, Janelle Monáe, Jaden Smith, Charlotte Gainsbourg, Solange, entre outros nomes, também estão confirmados.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Coachella (@coachella) on