Há Uma Portuguesa Entre as 100 Melhores Futebolistas do Mundo Em 2018

O The Guardian, que listou as melhores jogadoras de futebol do mundo, destaca a portuguesa Cláudia Neto. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © D.R

Cláudia Neto é, até ao momento, a única portuguesa na lista de 100 melhores jogadoras de futebol do mundo elaborada pelo The Guardian. A futebolista algarvia, natural de Portimão, ocupa a 75ª posição do ranking do jornal britânico, concebido com base nos resultados de uma votação que envolveu a participação de antigas e atuais futebolistas, jornalistas de desporto e treinadores da modalidade de diversas nacionalidades.

A publicação, que ainda não anunciou os nomes das dez melhores futebolistas, destaca o desempenho de Cláudia Neto no clube alemão VFL Wolfsburgo, onde a jogadora portuguesa «manteve um lugar bastante regular» e provou a «sua qualidade no meio-campo». Por cá, «o talismã de Portugal ajudou o seu país durante uma forte exibição na Copa do Algarve», refere o The Guardian.

A lista final, com os nomes das últimas dez jogadoras em falta, será revelada amanhã, 7 de dezembro.

A CN7 que quer jogar nas melhores ligas do mundo

Cláudia Teresa Pires Neto começou a jogar futebol em criança: aos três anos, já corria atrás de uma bola, já rematava, tentava marcar golos e fintar os adversários, fossem eles seus familiares ou desconhecidos. «Ela era uma craque, eu era um pé de chumbo autêntico», recordou, no ano passado, a irmã da futebolista, Beatriz Neto, com quem Cláudia costumava brincar.

Os pais, perante a felicidade da filha mais nova de cada vez que esta jogava à bola, resolveram mudar de casa e de cidade para que Cláudia pudesse continuar a fazer aquilo de que mais gostava: saíram de Portimão, onde não havia, na década de 90, oportunidades para as raparigas e mulheres jogarem futebol, e instalaram-se em Faro, onde existia uma equipa de futsal feminino.

A jovem foi aprimorando a técnica da modalidade, a brincadeira foi ficando mais séria, o talento começou a ser notado e a vontade de abraçar novos e maiores desafios foi falando mais alto. Em 2008, Cláudia Neto mudou-se para Espanha, e lá ficou a jogar durante seis anos para as equipas Prainsa Zaragoza e Espanyol de Barcelona. Depois, foi recebida na equipa sueca Linköpings.

Atualmente, representa o VFL Wolfsburgo. «Imagino um regresso a Portugal, mas não para já; o meu desejo é continuar no estrangeiro, nas melhores ligas do mundo», afirmava à Lusa em 2017, aquando da sua transferência para o clube alemão.

Na seleção nacional, a camisola que Cláudia veste tem o número sete — daí que a jogadora portuguesa seja muitas vezes conhecida por CN7.