Cate Blanchett É a Próxima Presidente do Júri do Festival de Cannes

A atriz é a 12.ª mulher a desempenhar o cargo. Por: Joana Moreira -- Imagens: © Gtresonline

Adiós, Almodovar. Welcome, Cate Blanchett. A atriz australiana vai suceder ao realizador espanhol na presidência do júri do festival de cinema de Cannes, que este ano acontece de 8 a 19 de maio, anunciou hoje a organização.

 

Blanchett é a 12ª mulher a presidir ao júri do festival – um dos mais prestigiados do mundo, já na sua 71ª edição. A última mulher no cargo tinha sido, há quatro anos, Jane Campion, realizadora e argumentista neozelandesa, vencedora de um Óscar com O Piano (1993).

No comunicado oficial emitido esta quinta-feira pela organização do festival francês, a atriz mostrou-se honrada com a escolha. «É com humildade que recebo o privilégio e responsabilidade de presidir o júri este ano», afirmou.

Escolha política

Numa época pós-Weinstein, colocar Cate Blanchett à frente de um dos maiores festivais de cinema pode ser considerado um ato político. Desde logo porque a atriz foi uma das que rapidamente se pronunciou sobre a polémica em torno do escândalo sexual que envolvia o produtor – e que logo se revelaria ser apenas a ponta do icebergue. «Qualquer homem que esteja numa posição de autoridade e poder, seja enquanto produtor de filmes ou o presidente dos Estados Unidos que julgue que tem o direito de intimidar sexualmente ou abusar de mulheres com as quais tenha contacto, seja no ambiente laboral ou não, tem de ser responsabilizado», disse na altura.

Carreira estabelecida

Natural de Melbourne, no sudeste da Austrália, Cate Blanchett conta com um currículo invejável. Com 48 anos já conquistou dois Óscares, o primeiro em 2005, quando contracenou ao lado de Leonardo diCaprio em Aviador, de Martin Scorsese, e, mais recentemente, como protagonista, no drama de Woody Allen Blue Jasmine (2014). Além das duas vitórias, a atriz foi nomeada mais quatro vezes para a estatueta dourada da Academia.