Mulheres Convidadas a Vestir Branco no Congresso dos EUA como Símbolo Feminista

Depois do preto em solidariedade com o #metoo chega o protesto feminista vestido de branco Por: Margarida Brito Paes -- Imagens: Gtresonline

O grupo feminista House Democratic Women’s Working, composta por 66 mulheres que fazem parte da Câmara dos Representantes dos EUA, convidou as mulheres que vão estar presentes no Congresso para a apresentação do Discurso sobre o Estado da União ( um relatório anual sobre o estado do país e as novas propostas e prioridades do Presidente dos EUA), a vestirem-se de branco. A ideia é usar a cor de eleição das sufragistas como um manifesto feminista para pressionar Donald Trump. 

“Vestir o branco das sufragastes é uma mensagem respeitadora de solidariedade com as mulheres por todo o país, e uma declaração de que não vamos regredir nos direitos que conquistámos com tanto trabalho”, disse Lois Frankel, representante da Florida no Congresso Americano à CNN. 

A iniciativa já se está a tornar uma tradição

Em 2017 o mesmo grupo tinha feito um apelo semelhante como forma de protesto em relação às políticas de Trump na área da saúde, direitos reprodutivos e igualdade salarial. No ano seguinte o branco foi trocado pelo preto como uma manifestação de apoio aos movimentos #metoo e #TimesUp.

O branco foi ainda usado como arma de campanha eleitoral por Hillary Clinton, em 2016. Uma mensagem visual seguida por Alexandria Ocasio-Cortez que vestiu branco para tomar posse no congresso. “Vesti-me toda de branco para homenagear todas as mulheres que abriram o caminho antes de mim e por todas as que ainda viram”, escreveu na altura no seu Twitter.