«Period. End of Sentence» É o Filme Sobre Menstruação que Recebeu Um Óscar

A curta-metragem documental retrata a realidade na Índia. Por: Inês Aparício -- Imagens: © D. R.

A prova de que a menstruação está a um passo cada vez menor de ser considerado um assunto tabu foi dada na última cerimónia de entrega dos ÓscaresPeriod. End of Sentence recebeu o galardão para Melhor Curta Documental, este domingo, 24 de fevereiro, monstrando a relevância de desconstruir os estigmas nos quais este tema continua envolto.

Ao subir ao palco para agradecer a distinção, Rayka Zehtabchi, realizadora da curta-metragem, apresentava-se emotiva. «Não estou a chorar porque estou menstruada, ou algo do género», ironizou Zehtabchi. «Não acredito que um filme sobre menstruação tenha acabado de vencer um Óscar», notou a jovem iraniana-americana.

A história de Period. End of Sentence

Através da visão de mulheres naturais de Khatikhera, o filme mostra a realidade desta zona rural da Índia, onde a menstruação é ainda considerada tabu. O difícil acesso a produtos de higiene feminina e o impacto desta situação – inclusivamente na educação das raparigas – é também retratada nesta curta-documental que venceu um Óscar.

Numa entrevista recente ao The Lily, Rayka Zehtabchi sublinhou a importância desta «oportunidade de criar um documentário que tem uma campanha de justiça social por detrás deste».

Contra as probabilidades

De acordo com o The Hollywood Reporter, um membro da academia dos Óscares admitiu recentemente que, quer ele, quer os seus colegas do género masculino, não iriam selecionar Period. End of Sentence para vencer o prémio, uma vez que o assunto que abordava era desconfortável para os homens. «[Não vou votar em] Period. End of Sentence – foi bem feito, mas é sobre as mulheres terem o período, e penso que nenhum homem irá votar nele por ser nojento para os homens», escreveu este, em anónimo.

No entanto, contra todas as probabilidades, o Óscar acabou por efetivamente acontecer.