Indústria da Moda Solidária Com a Tragédia de Notre-Dame

Os donos da Louis Vuitton e da Gucci doaram 300 milhões para a reconstrução da catedral. Imagens: © GTRESONLINE

O incêndio que destruiu uma grande parte da Catedral de Notre-Dame, em Paris, encheu os telejornais de ontem, as redes sociais e hoje faz manchete em todo o mundo. O que levou à deflagração do incêndio ainda não é claro, mas as autoridades já viram dizer que a investigação está a decorrer tendo como linha orientadora uma caso acidental.

Apesar da campanha para donativos começar apenas esta tarde, algumas doações já foram anunciadas. A indústria da moda não ficou de fora desta onda de solidariedade e irá doar 300 milhões de euros. O grupo LVMH, juntamente com a família do CEO Bernard Arnault, irão doar 200 milhões de euros para a reconstrução do edifício em cinzas.

«A família Arnault e o grupo LVMH, em solidariedade para com esta tragédia nacional, associam-se à reconstrução desta catedral extraordinária, símbolo da França, sua herança e sua unidade», lê-se em comunicado.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

The Arnault family and the @LVMH Group, in solidarity with this national tragedy, are committed to assist with the reconstruction of this extraordinary cathedral, symbol of France, its heritage and its unity. ⁣ They will donate a total sum of 200 million euros to the fund dedicated to the reconstruction of this architectural work, which is a core part of the French History. In the meantime, the @LVMH Group puts at the disposal of the State and the relevant authorities all its teams – including creative, architectural and financial specialists – to help with the long work of reconstruction and fundraising, which is already in progress. “In the wake of this national tragedy, the Arnault family and the LVMH Group pledge their support for #NotreDame. They will donate a total of 200 million euros to the fund for reconstruction of this architectural work, which is an integral part of the history of France.”

Uma publicação partilhada por Dior Official (@dior) a


A esta doação juntam-se mais 100 milhões de euros doados pela Kering, detentora da Gucci, a Yves Saint Laurent e Boucheron, entre outras.Certamente serão mais os nomes da indústria a juntarem-ser onda solidária pelo restauro deste monumento único no mundo.

O apoio nas redes sociais

As demonstrações de solidariedade para com o povo francês, foram muitas. Designers, marcas e modelos manifestaram-se no Instagram. Paris é a capital da moda e um acontecimento tão trágico como este nunca poderia deixar a indústria da Moda indiferente.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Paris is crying💔🇫🇷 #NotreDame The heart of Paris since 1345, it has seen everything 😞 My thoughts to all the firemen on site

Uma publicação partilhada por Caroline de Maigret 🇫🇷 (@carolinedemaigret) a

 

Ver esta publicação no Instagram

 

PARIS, FRANCE MA FRANCE D’AMOUR par ROBERT DOISNEAU

Uma publicação partilhada por JACQUEMUS (@jacquemus) a