Apenas Homens Foram Premiados Num Evento Para Promover a Igualdade de Género

As reações nas redes sociais não se fizeram esperar. Por: Inês Aparício -- Imagens: © D. R.

O objetivo era promover a igualdade de género através da entrega de prémios às figuras ou departamentos que tivessem um papel relevante no alcance da mesma nos Emirados Árabes Unidos, mas os únicos premiados foram homens. Os The Gender Balance Index 2018 Awards, no Dubai, destacaram três personalidades do sexo masculino na procura de uma maior equidade entre géneros nos locais de trabalho, e as reações nas redes sociais não se fizeram esperar.

A Autoridade para a Competitividade e Estatísticas, o Ministério dos Recursos Humanos e o Ministério das Finanças, todos representados por homens, foram os galardoados nas categorias de «Melhor Autoridade a Apoiar a Igualdade de Género», «Melhor Iniciativa para a Igualdade de Género» e «Melhor Entidade do Governo a Apoiar a Igualdade de Género», respetivamente.

Também o Ministro do Interior, Lt Gen Sheikh Saif bin Zayed Al Nahyan foi reconhecido pelos seus esforços na criação da licença de maternidade no exército dos Emirados Árabes Unidos, enquanto «Melhor Personalidade a Apoiar a Igualdade de Género».

Todas as medalhas e certificados foram entregues pelo Vice Presidente e Primeiro Ministro dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed bin Rashid Al Maktoum.

O papel de uma mulher foi destacado mas não premiado

Já em comunicado os esforços de Manal bint Mohammed bin Rashid Al Maktoum, apresentada como esposa do Ministro das Relações Presidenciais, Mansour bin Zayed Al Nahyan, foram reconhecidos, mas não mereceram um galardão. A distinção  ao desenvolvimento de «projetos excecionais que ajudaram a nação a obter o equilíbrio de géneros», assim como ao «lançamento de várias iniciativas internacionais que refletem o compromisso dos Emirados Árabes Unidos em empoderar todas as mulheres e jovens até 2030».

Reações nas redes sociais

A ausência de mulheres premiadas no evento de promoção da igualdade de género foi notada nas redes sociais. Na caixa de comentários da publicação partilhada no Twitter oficial do Dubai Media Office surgiram observações sarcásticas à situação. «Uau, a diversidade foi realmente conseguida aqui. Um dos homens estava a usar cinzento», «Parabéns. Bela forma de atingir a desigualdade mesmo no íntimo. Apenas mais uns séculos e chegam lá», foram alguns dos comentários publicados.

Houve ainda quem sublinhasse a inexistência de mulheres na cerimónia: «Desculpem ter de ser eu a dizer isto, mas esqueceram-se de convidar as mulheres».

No entanto, as provas de que estas não faltaram ao encontro foram publicadas mais tarde, na mesma rede social.