Uma Simples Fotografia Valeu um Processo em Tribunal a Gigi Hadid

A empresa que acusa a modelo alega que esta tê-lo-á feito de forma intencional. Por: Inês Aparício -- Imagens: © GTRESONLINE, D.R, Instagram

Gigi Hadid, tal como a maioria das celebridades e it-girls, regista diariamente parte da sua vida nas redes sociais. Por isso, não é surpresa que a modelo tenha publicado uma fotografia a 11 de outubro de 2018 no Instagram. Mas porquê regressar a essa data em específico quando já se passaram mais de três meses? É que foi nesse dia que Hadid partilhou uma imagem sem, alegadamente, ter pedido permissão ao autor da mesma. Detalhe que fez com que esteja a ser alvo de um processo por infringimento de direitos autorais.

A empresa por trás desta acusação, a Xclusive-Lee, defende, num documento apresentado no Tribunal Distrital dos Estados Unidos do Distrito Leste de Nova York, que o anjo da Victoria’s Secret terá «copiado e publicado imagens nas redes sociais sem licença ou autorização da X-clusive», violando, assim, os direitos  de propriedade intelectual. Desta forma, a corporação com base em Nova Iorque procura ser compensada pelos danos a que foi exposta.

A publicação da fotografia sem consentimento do autor da mesma terá sido, segundo a empresa, «intencional, desrespeitando e mostrando indiferença para com os direitos da X-clusive». Além disso, esta alega que o Instagram de Hadid «inclui pelo menos 50 exemplos de imagens da modelo em público, em eventos para a imprensa ou na passerelle sem créditos», o que prova que este é um comportamento recorrente da modelo.

De acordo com o documento em questão, a imagem terá sido comentada por mais de 1.6 milhões de seguidores em quatro dias e posteriormente eliminada da conta de Instagram. Não são claras, no entanto, as razões que levaram a modelo a apagar a fotografia.

A perspetiva de Gigi Hadid

Aquando da publicação da mesma, em outubro do ano passado, Gigi Hadid partilhou no Instagram a sua perspetiva sobre a situação: «Eu poso/sorrio para as fotos porque compreendo que faça parte do meu trabalho… mas estas pessoas [paparazzi] fazem dinheiro connosco todos os dias. Seguem-nos legalmente dia sim, dia não – por nada de especial. (…) Para alguém que se está a aproveitar desta situação e me processa por uma fotografia que encontrei no Twitter (sem o nome dos fotógrafos), através da qual já foi pago por qualquer empresa que a tenha colocado online, [o caso] é absurdo».

«Não tinha forma de saber qual dos mais de 15 fotógrafos tirou esta fotografia em específico; se a pessoa tivesse apenas comentado na publicação tê-la-ia idenficado e dado créditos sem problema», concluiu.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

💬

Uma publicação compartilhada por Gigi Hadid (@gigihadid) em

Mais uma vez acusada

Gigi Hadid foi alvo de um processo semelhante em 2017, devido à publicação de uma imagem captada por Peter Cepeda, sem autorização do mesmo. Apesar do caso ter sido resolvido fora de tribunal, a X-clusive refere-o na acusação, evidenciando que «os factos alegados no caso de Cepeda são idênticos aos alegados no presente, incluindo a menção de que Hadid terá copiado e postado a imagem do fotógrafo sem atribuir os devidos créditos».

Veja na galeria em baixo algumas das ultimas campanhas da modelo, mas também algumas fotografias que partilhou nas redes sociais.