Família Real Inglesa Vai Começar a Censurar Comentários Ofensivos

Os comentários nas redes sociais da Família Real Britânica vão passar a ser controlados e apagados. Por: Inês Aparício -- Imagens: © GTRESONLINE.

A Família Real Inglesa quer tornar a internet num local mais seguro, livre de discriminação e violência. Para isso, divulgou esta segunda-feira, 4 de março, uma série de regras que os utilizadores das suas redes sociais oficiais deverão seguir. Estas seguem um aumento de comentários, direcionados a Meghan Markle e Kate Middleton, considerados abusivos.

«Pedimos que qualquer um que aceda aos nossos canais de media sociais mostre educação, gentileza e respeito por todos os outros membros das nossas comunidades», lê-se nas linhas orientadoras divulgadas no site oficial da família real.

O que os utilizadores não poderão fazer

É pedido que os utilizadores não escrevam comentários difamatórios, obscenos, ameaçadores, ofensivos ou que promovam violência e conteúdos sexualmente explícitos. Os comentários não devem ser «fora do tema, irrelevantes ou ininteligíveis» ou ainda conter publicidade. Além disto, a discriminação baseada na etnia, género, religião, nacionalidade, orientação sexual ou idade não deve ser fomentada.

Nos casos em que estas regras não sejam respeitadas os comentários poderão ser ocultos ou eliminados e os utilizadores bloqueados. «Também reservamos o direito de enviar qualquer comentário que julguemos inapropriado às autoridades policiais para investigação, conforme julguemos necessário ou exigido por lei», é tornado explícito através das linhas orientadoras.

Todas as normas são aplicadas aos canais oficiais do Palácio de Buckingham, da Casa de Clarence e do Palácio de Kensington – as casas da rainha Isabel II, do príncipe Carlos e a dos filhos, William e Harry, respectivamente.

Não foi oficialmente esclarecida a razão por trás da criação destas diretrizes. No entanto, a edição britânica da Vogue adianta que este documento surge no seguimento de informações de que membros do palácio real terão sido forçados a eliminar comentários abusivos das contas oficiais da família real, dos quais as duquesas de Cambridge e Sussex terão sido alvo.