A Primeira Caminhada Espacial Realizada Apenas Por Mulheres Foi Cancelada

Esta teve de ser adiada por falta de equipamento para ambas as astronautas. Por: Inês Aparício -- Imagens: © NASA.

Um momento histórico estava marcado para esta sexta-feira, 29 de março. No entanto, este vai acabar por não se realizar. Depois da NASA ter revelado que, pela primeira vez, seria uma equipa exclusivamente feminina a realizar uma caminhada espacial a partir da Estação Espacial Internacional, a agência voltou atrás com a palavra. O cancelamento do passeio espacial da dupla de mulheres deveu-se à insuficiência de fatos espaciais do tamanho correto para ambas.

Christina Koch e Anne McClain seriam as astronautas que, de acordo com a informação revelada pela NASA no início deste mês, comporiam a primeira equipa 100% feminina a caminhar no espaço. Estas iriam instalar novas baterias de iões de lítio nos painéis solares da estação, dando continuidade ao trabalho iniciado por McClain e Nick Hague a 22 de março.

Foi nessa caminhada espacial que Anne se apercebeu que o mais adequado para esta missão seria uma parte superior do fato de tamanho médio. Contudo, apenas existe um fato destas dimensões disponível até sexta-feira. Este será vestido por Koch, lê-se no comunicado da NASA.

Assim, a segunda de uma série de três caminhadas espaciais na Estação Espacial Internacional será realizada por Cristina Koch e, novamente, por Hague. Já a última, marcada para 8 de abril, porá o astronauta canadiano David Saint-Jacques e, em pincípio, Anne McClain no espaço.

Um pequeno passo para as mulheres, um grande passo para a humanidade

Ainda que fosse a primeira vez que uma equipa exclusivamente feminina realizaria um passeio espacial, não seria a primeira vez que uma mulher o faria. Há 35 anos, a cosmonauta soviética Svetlana Savitskaya caminhou pelo espaço, tornando-se a figura feminina número um a consegui-lo. No entanto, a estreia feminina no espaço aconteceu 19 anos antes, em 1963, quando Valentina Tereshkova foi pela primeira vez ao espaço.

De acordo com a Reuters, mais de 500 pessoas foram ao espaço, mas apenas 11% destas eram do género feminino.