O Soin Anti-Âge da Eisenberg Pode Tornar-se no Melhor Aliado da Sua Pele

Um verdadeiro elixir que a vai ajudar no combate contra o efeito do tempo. Imagens: © D.R.

Quando há uns anos falávamos em retroceder o efeito do tempo na nossa pele, a primeira coisa em que pensávamos era naquelas cirurgias plásticas que nos deixavam com ar de quem está com o rosto eternamente preso sob o efeito de um tonel de vento. Mas hoje em dia nada disso é necessário, com todos os avanços tecnológicos no domínio da cosmética, “ir à faca” (ou “à agulha”) deixou de ser uma questão. Contudo, para garantir que obtemos resultados, é necessário escolher o aliado ideal, e o Soin Anti-Âge da EISENBERG pode muito bem ser “o tal”.

Graças à sua fórmula (que se funde na perfeição com a pele) composta por Retinol encapsulado (Vitamina A), Óleos de Borragem e de Grainhas de Uva, Vitaminas E e C, Ceramidas Vegetais, Algas Vermelhas e a sua tecnologia Trio-Moléculaire® patenteada, este elixir da juventude vai garantir que a sua pele se regenere, nutra, elimine toxinas, preserve a camada hidrolipídica e proteja a pele dos radicais livres e das agressões ambientais. Ou seja, menos rugas e mais firmeza, regularidade e luminosidade.

Esta potente combinação, que se encontra apenas disponível para compra numa versão de 50ml, pode ser usada tanto de dia como de noite, e deve ser aplicada no rosto, pescoço e decote, sozinho, ou após o uso do sérum.

 

Sobre a Formula Trio-Moléculaire®

Graças a um estudo feito pela Universidade de Pavia, especializada em pesquisa médica celular e molecular, a EISENBERG pode comprovar que a sua fórmula pantenteada TRIO-MOLÉCULAIRE® possui uma atividade comprovada, antioxidante queratolítica e estimulante da regeneração celular, deixando a pele mais hidratada, luminosa, firme e protegida, sem qualquer efeito pegajoso.

Mas o que compõe esta misturinha mágica? Para começar, Enzimas, que têm como função digerir e eliminar as células mortas, responsáveis por uma pele espessa e macilenta; depois juntam-se a elas as Citoquinas (extraídas do leite), que são moléculas-chave da comunicação celular que intervêm no processo de renovação celular e na síntese de proteínas da Matriz Extracelular, otimizando a estrutura cutânea e a firmeza; e por fim, as Bioestimulinas, que são extraídas do tecido fresco de jovens rebentos de faia e favorecem a oxigenação das células e otimizam a síntese do colagénio e da elastina, garantindo tonicidade e elasticidade na pele.