Glossário dos Ingredientes Mais Populares da Cosmética

Este é um minicurso para principiantes sobre ácidos e outros ingredientes que invadiram a cosmética. Por: Carolina Adães Pereira -- Imagens: D.R.

Conhece os produtos que anda a utilizar ou é daquelas pessoas que vão atrás da última moda sem antes se informar? Se não é engenheira química e para si ler a parte de trás de um produto cosmético pode assumir contornos por vezes similares a ler mandarim – ou outra língua que não domina –, temos aqui a resposta.

Com a ajuda da facialista Inês Rebelo, partilhamos consigo alguns dos nossos apontamentos sobre sete dos ingredientes que mais aparecem nas prateleiras de skincare no tempo presente e que, muito provavelmente, vêm logo no início da lista de ingredientes de produtos que tem em sua casa (o que significa que são os que estão presentes em maior percentagem na composição dos mesmos).

Retinol

O que é?

A ação do retinol é principalmente exfoliante, promovendo a produção de colagénio e o combate aos radicais livres. É um bom ingrediente, mas mais para fazer como cura, devendo a sua utilização ser aconselhada por um profissional competente, que dê os conselhos adequados. A comunicação, por vezes, não deixa claro o quão fotossensível é, podendo haver alguns perigos associados à sua utilização, nomeadamente manchas. Pessoas com rosácea, eczemas ou psoríase devem procurar um profissional antes de recorrer a este ingrediente.

Como aplicar:

Deve ser feito no período noturno. Nas manhãs seguintes à aplicação, o protetor solar é obrigatório.

Ácido Hialurónico

O que é?

Produzido naturalmente pelo nosso organismo, o ácido hialurónico é o responsável pela hidratação da pele, mantendo‐a firme, lisa e com um look mais vivo. No entanto, com a idade – e a poluição e todos os agentes que agridem diariamente a nossa pele –, o ácido hialurónico vai‐se desvanecendo.

Como aplicar:

Este ácido poderá ser bastante interessante em tratamentos faciais, pelas técnicas utilizadas nos mesmos. O resultado é uma melhor penetração do produto, pois trata‐se de um ingrediente com uma estrutura molecular grande.

Nos cosméticos, procure produtos que tenham este ingrediente com uma estrutura molecular mais pequena.

A utilização diária de opções com ácido hialurónico por pessoas com pele seca pode conduzir também a uma ação calmante e de regeneração. Pense neste ingrediente quase como se de um shot de energia para a pele se tratasse.

Ácido Salicílico

O que é?

Pertencente ao grupo dos beta‐hidroxiácidos e proveniente da casca do salgueiro, o ácido salicílico, principalmente usado nos peelings químicos, tem uma ação espetacular na textura e no alisamento da pele. Cicatrizes, poros dilatados e manchas de pigmentação superficial são visivelmente reduzidos.

Como usar:

Um ingrediente muito interessante para a pele mais espessa e oleosa, mas sem acne.

Numa aplicação cosmética, o impacto do ácido salicílico num acne inflamatório, por exemplo, pode resultar num aumento da inflamação. Ideal como manutenção após o tratamento do acne inflamatório.

Ácido Láctico

O que é?

Pertence ao grupo dos alfa‐hidroxiácidos e é uma substância derivada do leite. É um dos ingredientes mais interessantes para a pele, pois atua através de uma microesfoliação muito suave. Adequado para a pele mais sensível e reativa, promove um aumento da elasticidade e da luminosidade da pele verdadeiramente impressionante.

É chamado “o ingrediente das noivas” pela sua ação de uniformização da tez.

Como usar:

O nome com que normalmente aparece nos cosméticos é mesmo “lactic acid”, em inglês. Produtos que tenham este ingrediente podem ser usados diariamente.

Ácido glicólico

O que é?

É um ingrediente muito usado em peelings químicos, dependendo a sua eficácia não só da sua concentração, mas também do seu pH. Pertence aos alfa‐hidroxiácidos e é proveniente da cana-de‐açúcar. Tem uma ação esfoliante mais profunda, aumentando a síntese de colagénio e elastina.

Como aplicar:

Segundo a facialista Inês Rebelo e os resultados que obtém no seu consultório, este ingrediente apresenta mais benefícios em pele envelhecida, átona e com manchas. Para uso doméstico, procure produtos com uma baixa concentração deste ácido e seja cautelosa na sua utilização.

Zinco

O que é?

É um nutriente mineral que se encontra presente no nosso organismo, fundamental para o sistema imunitário. Sendo um dos ingredientes favoritos da cosmética – e da suplementação também –, tem mais protagonismo em produtos para o tratamento do acne porque regula a produção sebácea, é anti‐inflamatório e cicatrizante.

Como usar:

Pode aparecer como óxido de zinco, gluconato de zinco e zinco PCA em produtos para pele com tendência acneica.

Niamicida

O que é?

É uma forma ativa de vitamina B3 e um dos melhores ingredientes para o acne inflamatório. As suas ações de reforço da função do manto hidrolipídico (barreira cutânea) e de regulação da produção sebácea ajudam a reduzir a inflamação do acne e a reequilibrar a pele.

Como aplicar:

Pode aparecer como niacinamide (em inglês) nos cosméticos e vem num dos primeiros lugares na lista de ingredientes. Quando em sérum, deve ser usado após a esfoliação.

 

Este artigo foi originalmente publicado na ELLE de junho de 2019.