Descobrimos Qual Era o Produto de Maquilhagem Preferido da Princesa Diana

Mary Greenwell, makeup-artist de Diana, lembra a abordagem experimentalista da princesa face à maquilhagem. Por: ELLE Portugal Imagens: © Gtresonline.

Se procurar no dicionário a definição de «ícone», o nome de Diana deve surgir numa das entradas. Pelo menos, imaginamos que sim. Afinal, a Princesa do Povo é efetivamente um exemplo de beleza e estilo intemporal, seguido por muitos fãs. Por isso, não é de admirar que, desde a estreia da mais recente temporada de The Crown as atenções se tenham redobrado em torno deste membro da realeza britânica, em busca de histórias ou truques utilizados pela mãe de William e Harry. Mary Greenwell, amiga de longa data e makeup-artist da princesa, ouviu as suas preces e revelou alguns dos segredos, em entrevista à ELLE britânica.

Tendo começado a trabalhar com Diana depois de a maquilhar para um editorial para a revista Vogue, Greenwell desenvolveu alguns dos looks mais icónicos da princesa. E, ainda que acredite que não «houvesse um look que a definisse», aperfeiçoou ao longo do tempo o que melhor funcionava no rosto de Lady Di e o que esta preferia.

«Ela era muito aberta a mudança e a discussão, muito recetiva a experimentar coisas novas. Ela adorava maquilhagem, adorava experimentar. Portanto, não diria que houvesse um look que a definisse, mas diria que ela era definitivamente melhor nuns lábios mais subtis e escuros do que numa boca encarnada, por exemplo», contou. «Ela era bastante livre. Por isso, conversávamos sobre qual o evento a que ia e trabalhava a partir daí. Não havia uma ideia, nunca havia. Ela não era o tipo de pessoa que, mesmo 20 anos depois, dissesse ‘quero isto, quero aquilo’. Era era muito recetiva a tudo. Era jovem e livre, aberta e livre, por isso tinha apenas uma abordagem relaxada face à maquilhagem», adicionou.

Os produtos obrigatórios

Ainda que as possibilidades de looks fossem inúmeras, dada a sua visão experimentalista em relação à maquilhagem, existia um produto que a princesa do povo não descurava, lembra a makeup-artist: «máscara de pestanas era muito importante». «Ela gostava de bastante máscara de pestanas, além de, obviamente, uma boa base e cuidados de pele. Ela cuidava bastante da sua pele. Era extremamente boa a cuidar de si», recordou.

Imaginamos que, agora, se esteja a perguntar que máscara de pestanas (ou base ou qualquer produto, na verdade) usava Diana. A resposta continua uma incógnita, uma vez que, com a evolução da maquilhagem, «os produtos mudaram muito» e «o que escolheria anteriormente seria, agora, desadequado», referiu Mary Greenwell.