Foi Assim Que a Maquilhagem de Luís Carvalho Para a ModaLisboa Foi Decidida

A história da coleção é também contada no rosto das modelos. Por: Inês Aparício -- Imagens: © Cristiana Morais/ Quiosque PR

A proposta de Luís Carvalho estava já nas mãos de Antónia Rosa, a artista que leva os looks de beleza imaginados pelos designers para o rosto das modelos, quando chegamos ao salão da maquilhadora na Rua das Flores, em Lisboa, para assistirmos ao teste de maquilhagem deste criador para a apresentação da coleção na ModaLisboa. Isto porque, ao contrário do que é habitual com outros designers, a imagem já tinha sido enviada à maquilhadora semanas antes deste momento.

Pensamos: é o designer quem decide a maquilhagem. No entanto, essa realidade não é tão linear quanto pensamos. Consoante Antónia explica, o criador dá-lhe «o mood da mulher dele» e, a partir daí, a maquilhadora «tem carta branca, mas sem sair daquele quadro». «Alguns estilistas definem a imagem da mulher quando fazem a roupa e sabem como querem o cabelo e a maquilhagem. O que para nós é muito bom, porque é muito mais seguro», esclarece a reponsável pelos looks de maquilhagem da ModaLisboa.

Este sentimento de segurança é partilhado entre maquilhadora e designer. «Enviar uma imagem é a melhor maneira de explicar aquilo que pretendo, o olho que quero ou uma boca de que gosto. Não sou entendido em maquilhagem, mas sei o que quero para o meu desfile, por isso esta é a melhor maneira de o transmitir à Antónia», nota Luís. «É uma forma de controlar um pouco as coisas, mas deixo-a sempre adaptar um bocadinho a imagem que trago. Ela é a melhor pessoa para me aconselhar qual o melhor caminho para seguir a partir do ponto de partida que lhe dou», completa. Pensamos de novo: é um trabalho de equipa.

Deste modo, já com a proposta do designer para o look de beleza, Antónia Rosa iniciou o teste de maquilhagem ainda antes de o Luís ter chegado.

A maquilhagem do desfile de Luís Carvalho passo a passo

Começou por preparar a pele da modelo, uniformizando-a com um corretor do tom desta. «Na ModaLisboa não há bases, é tudo correção. Nem pode ser, porque uma miúda destas já está com borbulhinhas, chega lá e tem de tirar oito vezes a maquilhagem. Não faz qualquer sentido. Nas 52 edições da ModaLisboa em que participei, apercebi-me que tinha de fazer qualquer coisa, porque se não elas chegavam ao final do dia com a pele toda irritada e faziam só um dia. E muitas delas ainda têm o Portugal Fashion», sublinha a maquilhadora. Depois fixou o produto com pó translúcido, «para não alterar a cor da pele», explica.

Passo seguinte: olhos. Na imagem que o criador lhe enviou surge uma maquilhagem forte, em que o negro cobre as pálpebras da modelo. Para a recriar, Antónia começou por delinear o olho – quer na linha das pestanas como na linha de água – com um lápis preto.

Posteriormente, esfumou a linha em direção à sobrancelha com a ajuda de um cotonete. Este objeto é preferido ao pincel por uma questão de higiene. «Para fazer uma ModaLisboa teria de ter muitos pincéis e não tenho tempo para os lavar. Os pincéis são uma fonte de propagação de doenças muito grande, as pessoas nem imaginam. Assim, com o cotonete, descartável, e ainda por cima sustentável, é a melhor opção. Eu faço tudo com cotonetes. A minha técnica é mesmo esta», esclarece.

Depois aplicou uma sombra castanha por cima da linha que criara inicialmente, preenchendo a pálpebra e prolongando a sombra até ao final do arco da sobrancelha. «Assim o degradé faz-se logo sozinho, não é preciso fazer blending», nota Antónia Rosa.

Try again

Em dia de teste de maquilhagem os verbos são: experimentar, escolher, decidir, trocar, repensar. Nada é definitivo até à maquilhagem estar completa e há sempre espaço para mudanças. Prova disso foi a alteração da direção que Antónia tomou em relação à maquilhagem dos olhos. Quando Luís Carvalho chegou, a maquilhadora já tinha um olho aparentemente pronto, mas o criador sentiu que a dimensão do olhar não era suficiente para traduzir a sua coleção, mais «agressiva, mais rock», inspirada num artista digital francês. «Quero que fique mais escuro», pediu o designer.

Assim, Antónia experimentou duas sombras diferentes, argumentando que, com uma delas, uma sombra negra em creme, a maquilhagem ficaria mais contemporânea. E, depois de ambas as propostas serem aplicadas, foi essa a escolhida por Luís – o que deu azo a uma manifestação de agrado por parte da artista. Por fim, cobriu as pestanas com uma boa dose de máscara em movimentos repetitivos e em ziguezague.

Com os olhos prontos, seguiu-se a boca. Luís chegara com amostras de tecidos para ajudar a decidir o tom do batom e, apesar de Antónia já ter ponderado que produto utilizar nos lábios – baseando-se na imagem que o designer enviara previamente -, estas acabaram por ser o guia para escolher a tonalidade que iria colorir a boca. Entre um tom arroxeado e outro mais vermelho, foi o segundo o eleito por ambos.

Para terminar a maquilhagem, Antónia Rosa retocou a pele – uma vez que caiem sempre resíduos das sombras – e aplicou um iluminador em pó nas maçãs do rosto. No teste não foi utilizado um fixador – tendo em conta que era exatemente isso, um teste – mas se quiser que o look fique perfeito durante mais tempo, deve utilizar um produto com esse propósito, como por exemplo o Hydro Balance Fixing Spray da Make Up Factory.

Agora só falta explicar a maquilhagem ao resto da equipa. Mas isto acontece apenas horas antes do desfile, numa demonstração que dura cerca de dez minutos. «Elas já vêm com a pele pronta. Trabalho com uma assistente que está encarregue dessa parte e depois mostro à equipa como é o look. Divido a equipa em dois, uns estão a fazer um desfile e os outros estão a fazer outro», explica Antónia Rosa.

Este teste de maquilhagem aconteceu a uma semana antes do evento começar. A coleção de Luis Carvalho será apresentada este sábado 9 de março, pelas 21.30h, no Pavilhão Carlos Lopes.

Os produtos utilizados nos bastidores do ModaLisboa são da Make Up Factory, a marca exclusiva da Perfumes&Companhia, o patrocinador de maquilhagem do evento.

Veja na galeria, em baixo, o passo a passo da maquilhagem que irá ver na apresentação da coleção de Luís Carvalho na ModaLisboa.