A Maquilhagem De Constança Entrudo Tornou Os Filtros Do Instagram Em Realidade

Não é como a aplicação Kira Kira, mas não fica longe. Imagens: © Perfumes & Companhia.

Se uns conseguem apenas imaginar um futuro em que os carros voam ou a vida é eterna, nós só conseguimos pensar numa próxima vida em que a maquilhagem leva dois segundos a ser feita. Sem a batota dos filtros de Instagram, claro. E Constança Entrudo está em sintonia connosco, ou não teria a criadora que apresentou as propostas para a primavera/verão 2020 no último dia da ModaLisboa, este domingo, 13 de outubro, levado este conceito para a passerelle.

«Pensei nesta coleção a olhar para o futuro», contou a designer, à ELLE. No que à beleza diz respeito, isto não foi exceção. Inspirada nos filtros da rede social, esta procurou levá-los para a vida real através de pigmentos holográficos que denotam tonalidades diferentes consoante a luz que incide no rosto. Quase como se tivéssemos entrado numa quinta dimensão em que os looks de maquilhagem se adaptam ao contexto ou aos diferentes momentos do dia sem que nada tivéssemos de fazer para que isto acontecesse.

Do futuro para a realidade

De modo a conseguir este efeito, Antónia Rosa – a maquilhadora que leva os looks de beleza imaginados pelos designers para o rosto das modelos durante o evento de moda na capital portuguesa – aplicou pigmentos holográficos com subtons distintos, em pontos estratégicos do rosto, como as maçãs do rosto, queixo, ponta do nariz, toda a pálpebra ou apenas no canto interno do olho, além de ter delineado o lábio superior. Estes locais variavam de modelo para modelo, consoante o formato das suas faces. O mesmo aconteceu com as cores dos produtos, que variavam conforme o tom de pele de cada mulher.

«Os pigmentos de várias cores, situados em vários pontos do rosto, estão onde habitualmente não estariam. É como se fosse o futuro, são os filtros que as pessoas compram e que aplicam sem se preocuparem com substâncias», explicou a makeup artist.

Em casa

Para o caso de querer replicar o look em casa, saiba que Antónia usou sombras de olhos Make Up Factory, nos tons 31C, 57, 91 e 170, além do High Shine Lip Gloss, no número 5, e dos Pure Pigments, números 3 e 15, da mesma marca, que está à venda nas lojas da Perfumes & Companhia.

É importante que, antes de aplicar qualquer um dos pigmentos, matifique o rosto. Vai querer que brilhem os pontos onde aplicou os produtos e não toda a face, certo? Assim, opte por, depois de aplicar a base (a artista escolheu a Oil-Free Foundation da Make Up Factory), cobri-la com o Mineral Powder Foundation, também desta insígnia.

As maquilhagens da ModaLisboa são realizadas com produtos da Perfumes & Companhia, parceira oficial do evento. No entanto, pode recriar o look com produtos similares de outras marcas.

Veja a maquilhagem em imagens de bastidores, assim como os produtos utilizados, na galeria, em cima.