Todos os Looks de Maquilhagem da ModaLisboa Multiplex

Das pestanas XXL ao jeito de Twiggy, em Ricardo Preto, aos lábios de cereja, em Luís Carvalho. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagens: © Cristiana Morais / Perfumes e Companhia

É nos bastidores que acontece boa parte da magia da ModaLisboa: é ali, ao mesmo tempo que se fazem as últimas provas de roupa, que os cabelos ganham forma e os rostos das modelos viram telas à espera de cor. Para alimentar a curiosidade, entrámos nesta espécie de novo mundo para descobrir tudo sobre os looks de maquilhagem que marcaram a 51ª edição do evento, a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes até domingo, 14 de outubro.

 

Natural 2.0

Para os desfiles dos designers que integram o concurso Sangue Novo optou-se pela sobriedade. Apenas uma sombra clara num suavíssimo tom de laranja fez sobressair os olhos das modelos. Já os lábios mantiveram-se hidratados com um bálsamo  (o Color Intuition Lip Balm, da Make Up Factory) que intensificou a cor natural dos lábios e neles deixou um brilho ligeiro.

Da cor da pele 

O preto reveste todas as propostas de David Ferreira para a primavera-verão 2019, mas a maquilhagem não é tão dark. Basta olhar para a pele, que se manteve quase ao natural e apenas foi trabalhada com um corretor e uma base para uniformizar o tom. As pestanas receberam uma leve camada de máscara preta, as sobrancelhas foram dominadas com um gel transparente e os olhos viram passar, suavemente, um lápis negro e uma sombra escura.

 

 

Olhos de ouro e lábios de sangue

Os olhos e a boca compartilharam o protagonismo do look de maquilhagem escolhido para o desfile de Valentim Quaresma. Os primeiros reluziram como ouro, graças à aplicação de três sombras: duas em bronze na pálpebra superior, e uma amarela  na pálpebra inferior. Já os lábios ostentaram um batom vermelho-sangue.

 

Pestanas XXL

A Twiggy dos anos 60, com as suas pestanas grandes que chegavam a acariciar as sobrancelhas, serviu de inspiração para a maquilhagem do desfile de Ricardo Preto, o último da noite. Da passerelle foi impossível não reparar nos “pestanões” das modelos, fruto de um trabalho minucioso nos bastidores que envolveu a aplicação de várias pestanas postiças individuais e uma camada generosa de máscara negra (o passo a passo está no Instagram da ELLE). A acompanhar as pestanas XXL, dois pigmentos metalizados (um bronze rosado e um branco prata) aplicados na pálpebra móvel.

Saída do mar

No cabelo e na pele das modelos que desfilaram para Awaytomars pareceu existir um mar salgado infinito. A maquilhagem foi mantida ao natural e passou pela hidratação do rosto, seguida da aplicação de uma base de cobertura ligeira para camuflar possíveis imperfeições. Para rematar, um pouco de iluminador em zonas estratégicas do rosto (como na cana do nariz e no arco do cupido) e um bálsamo labial hidratante.

Pintura criativa

Foi no desfile de Constança Entrudo que se avistaram os looks de maquilhagem mais coloridos do dia, e aqui o uso do plural é acertado, uma vez que cada modelo apresentou um visual diferente. No rosto de uma, por exemplo, pintaram-se rabiscos horizontais em tons de azul, laranja, verde, rosa e púrpura; noutra, desenharam-se grandes manchas de cor em redor dos olhos.

 

Memórias na pele

Foi com um lápis afiado de eyeliner preto (o Kajal Definer da Make Up Factory) que a maquilhadora Antónia Rosa gravou no pescoço, decote e mãos das modelos vocábulos como «amor», «procissão», «aldeia» e «Trás-os-Montes». Mais do que palavras soltas, estas são algumas das memórias de infância de Alexandra Moura transpostas para o universo da maquilhagem. Um blush rosado, aplicado nas maçãs do rosto, completou o visual.

 

Bronze de verão

Pensar em Cia. Marítima é pensar em fatos de banho com padrões tropicais, em areais dourados onde apetece passar os dias e em banhos de sol revigorantes, e o look de maquilhagem escolhido para o desfile da marca assentou na perfeição com o estilo de praia. Bastou um simples bronzer para realçar, ou devolver, algum bronze à pele das modelos e uma sombra castanha, aplicada no canto externo e côncavo da pálpebra móvel, para criar um olhar de verão.

Maquilhagem ténue

O visual «no makeup, makeup» foi o escolhido para o desfile de Patrick de Pádua. Apesar de parecer que as modelos estiveram completamente ao natural e sem nada no rosto, os bastidores da ModaLisboa Multiplex indicaram o contrário: neste look foi usada uma base de cobertura leve para uniformizar o tom da pele, uma máscara de pestanas, um iluminador e um batom incolor bastante hidrante.

 

Pele de vidro

Aleksandar Protic deixou as cores garridas para as roupas, tendo optado por uma maquilhagem onde a pele, limpa e iluminada, sobressaiu. A única cor que os olhos viram foi a da irís, e os lábios mantiveram-se ao natural, mas perfeitamente hidratados.

Shot de laranjada

Em Ricardo Andrez, o foco da maquilhagem foi o olhar cítrico: para o efeito, foi utilizado a sombra individual Mat Eye Shadow no tom 12 da Make Up Factory, aplicada na pálpebra móvel e no côncavo até ao arco das sobrancelhas. O resultado é um look descomplicado que injeta uma dose eletrizante de cor no rosto — e na vida.

Lábios de cereja

O segundo dia de desfiles da ModaLisboa Multiplex terminou com Luís Carvalho a celebrar o quinto aniversário da sua marca. Porque a ocasião era de festa, as modelos trocaram o clássico eyeliner negro pelo branco, pintado finíssimo e bem rente à linha das pestanas, e coloriram os lábios com um batom vermelho forte, quais cerejas doces e maduras.

Linhas douradas

O look de maquilhagem escolhido para o desfile de Imauve teve somente a cor do ouro: no contorno dos lábios, nas pálpebras, na testa e nos limites do rosto das modelos foi utilizado o Calligraphy Dip Eyeliner da Art Deco no tom Gold para o desenho de linhas douradas que foram a definição de puro brilho.

Clássico reinventado

Em Duarte, fez-se um upgrade ao clássico eyeliner negro: ao cat eye clássico, desenhado junto à linha das pestanas superiores, juntou-se outro, desenhado na parte inferior do olho, bem próximo da linha de água, num azul que, apesar de suave, saltou à vista. Já os lábios receberam uma camada de batom vermelho com um acabamento semi-mate.

Doce de pêssego

Se a maquilhagem do desfile de Carolina Machado tivesse um aroma, seria o do pêssego maduro, doce e sumarento, pronto a comer, porque a única cor que cobriu as pálpebras e as maçãs do rosto das modelos foi precisamente a deste fruto. Para o visual utilizou-se uma sombra laranja que, depois de colorir o olhar, foi aplicada ao de leve e com pincel largo em metade das bochechas.

Fresh!

Na beleza, nem sempre mais é mais. Isto voltou a ficar provado no desfile de Andrew Coimbra, que optou por manter a maquilhagem o mais fresca e descomplicada possível. Uma pele bem cuidada e luminosa, uns lábios hidratados, umas sobrancelhas perfeitamente domadas e penteadas e umas pestanas definidas bastaram para convencer o designer luso-canadiano a optar por um visual natural na sua estreia na ModaLisboa.

Simplicidade

Em Olga Noronha, o foco esteve, uma vez mais, nas criações complexas que a designer natural do Porto apresentou na passerelle. Por essa razão, a maquilhagem foi muito subtil: hidratou-se a pele, corrigiram-se as eventuais imperfeições e pulverizou-se no rosto o Hydro Balance Fixing Spray da Make Up Factory, um spray hidratante de secagem rápida que refresca a pele ao mesmo tempo que fixa a maquilhagem.

 

Femme fatale

Uns sensuais lábios vermelhos, pestanas negras e nada mais: assim foi o visual escolhido para o desfile de Filipe Faísca, aquele que reuniu a maior enchente de público no terceiro e último dia da ModaLisboa Multiplex. O batom líquido Mat Lip Fluid no tom 40, da Make Up Factory, foi o eleito; quanto à máscara de pestanas, os maquilhadores utilizaram a Volume Mascara, também da Make Up Factory.

Rosa néon

Presente nas propostas de Gonçalo Peixoto, mas também no look de maquilhagem escolhido para o desfile, o rosa assumiu todo o protagonismo ao cobrir as pestanas das modelos. Mas há três coisas a saber antes de trocar a máscara preta pela máscara com cor. «Primeiro, é necessário aplicar a máscara por baixo das pestanas, como habitual, e ir insistindo para começar a espalhar a cor», começou por explicar à ELLE a maquilhadora Sandra Alves. «Depois há que passar a ponta do pincel da máscara nas extremidades das pestanas e por fim aplicar a máscara por cima das pestanas, para intensificar a cor».

Pele hidratada

«Eu uso o necessário, somente o necessário». A música do filme O Livro da Selva assenta como uma luva na maquilhagem proposta para o desfile de Kolovrat. Os necessários são então uma base oil-free de longa duração, uma caneta corretora e iluminadora para ocultar olheiras, uma máscara de pestanas, um bálsamo de lábios hidratante, e um pó solto translúcido para fixar tudo.

 

Eye of the tiger

A ModaLisboa Multiplex encerrou com o desfile de Dino Alves, que elegeu uma maquilhagem vibrante. Ainda que complexo, este não é um look difícil de recriar em casa: aplique, em cada lado do rosto e dois dedos abaixo dos lhos, um pedaço de fita-cola de largura média; depois, e com a ajuda de um pincel, espalhe uma sombra negra das sobrancelhas até à zona onde está colocada a fita-cola; de seguida, retire com um cotonete o excesso de sombra que está sobre as pálpebras — é depois neste local que deve aplicar uma sombra laranja. Remate com sombra dourada no canto interior do olho, passe uma camada de máscara negra sobre as pestanas e retire a fita-cola. Olhar eletrizante? Check.

Veja, na galeria abaixo, mais imagens dos looks de maquilhagem que marcaram a ModaLisboa Multiplex.