#ELLEstaylocal:Terra Saboaria Artesanal, Uma Marca Que Protege o Planeta

Já ouviu falar de um sabonete anti-celulite? Se nunca ouviu, vai ouvir agora e vai gostar. Por: ELLE Portugal Imagens: © D. R.

Foi no de dia de Santo António, 13 de junho, em 2019, que nasceu a Terra Saboaria Artesanal. Hoje, a marca portuguesa, com apenas um ano, é muito mais que sabonetes coloridos e cheirosos. «Desde a fundação, a nossa gama evoluiu muito e a inovação tem sido uma constante, prova disso são os mais recentes lançamentos DEO, novo desodorizante 100% de origem natural, com um perfume suave e fresco que pela sua formulação regula de forma natural o odor, enquanto mantém a pele limpa, fresca, nutrida e hidratada; e o Body Lift, sabonete anti-celulite», contam Maria José Nobre e Rúben de Almeida Domingues, fundadores da Terra.

Saiba mais sobre esta marca de beleza 100% nacional que levou um ano até estar pronta para ser revelada ao mundo.

Maria José Nobre e Rúben de Almeida Domingues, fundadores da Terra Saboaria Artesanal.

O que vos levou a criar este projeto?

Todos os dias ouvimos e lemos notícias de agressões ao nosso planeta. Para deixarmos aos nossos filhos um mundo melhor, começamos a ser mais responsáveis na maneira como vivemos e nos comportamos. Chegamos a um ponto na nossa vida em que sentimos ser o nosso dever retribuir tudo aquilo que nos foi dado pela Natureza. Quisemos ter um papel ativo na proteção da Terra! E assim nasceu a Terra Saboaria Artesanal.

Qual é a história por trás do nome?

A nossa inspiração foi a Terra, o Planeta Azul, envolto nos farrapos brancos das nuvens, onde encontramos tudo o que precisamos para viver: o ar que respiramos, a água que bebemos, o chão que pisamos e o fogo que nos aquece. É a ela que vamos buscar todos os ingredientes que usamos na elaboração dos nossos produtos: plantas, flores, água, sais minerais, óleos (100% vegetais), pelo que se tratou apenas de fazer justiça e de retribuir a generosidade do nosso planeta. Saboaria Artesanal porque estudamos e fomos recuperar os métodos artesanais da produção de sabonetes.

O que foi mais complicado no processo de criar uma marca?

O mais complicado, mas também o mais apaixonante, foi a busca do Santo Graal da cosmética natural: as fórmulas ideais dos produtos, sem abdicar da nossa missão: oferecer produtos que promovem o bem-estar em perfeita harmonia com a Natureza, provando que os químicos e ingredientes sintéticos não são mais eficazes que as alternativas naturais.

Qual foi a razão para nunca desistirem?

Nunca desistimos porque somos ambos muito resilientes e porque sempre acreditamos muito no projeto. O nosso percurso profissional em marketing e publicidade nos setores de higiene pessoal e cosmética seletiva, e a experiência de desenvolvimento de produtos nestas indústrias, levou-nos a detetar a oportunidade decorrente de uma crescente consciência ambiental e a procura deste tipo de produtos. Como ambientalistas emigrados, a nossa própria consciência foi crescendo por via dos nossos filhos que são uns ambientalistas nativos e que trouxeram para casa hábitos como a separação do lixo e a reciclagem. E, porque acreditamos que não somos donos do planeta, mas só o pedimos emprestado às gerações futuras, sabíamos que tínhamos de contribuir para a sua preservação.

Qual foi o melhor momento ou história da marca até hoje?

O melhor momento é sempre aquele que estamos a viver e os que ainda estão por viver. Temos muitas ideias que queremos desenvolver e novidades para trazer ao mercado. O primeiro aniversário da marca será um momento importante que vamos assinalar com algo surpreendente.

Como é que a vossa marca faz a diferença?

A assinatura da nossa marca, “Por si, pela Natureza”, reflete bem os nossos valores e posicionamento de defesa do que é natural, que é onde assenta a nossa diferenciação. Por si: fórmulas 100% naturais, sem ingredientes químicos, nem sintéticos (derivados dos naturais, mas criados em laboratório) e pela Natureza, produtos 100% amigos do ambiente, apresentados em embalagens 100% recicláveis, sem plásticos e sem testes em animais.

O que ainda falta conquistar?

Somos uma marca muito jovem e com um percurso muito recente pelo que há muito terreno para conquistar ao nível de notoriedade e de presença física da marca para a qual contribuem o programa de venda direta que designamos de “Embaixadores da Terra” e os “Parceiros da Terra”, pontos de venda slow sell off e online, criteriosamente selecionados. Temos também de vencer algumas barreiras e preconceitos relativamente à utilização de alguns produtos sólidos como os shampoos que apresentam diversas vantagens face aos cremes e líquidos: são concentrados, pelo que duram mais, não estão sujeitos às limitação dos produtos líquidos nas viagens de avião e são mais eficazes por não terem água, ou seja, por conterem apenas os ingredientes que nutrem e tratam a pele, como os óleos e as manteigas vegetais.

O que mais precisam neste momento para chegarem onde querem?

Acima de tudo precisamos de continuar a trilhar o caminho que iniciámos a 13 de junho de 2019, com a mesma dedicação e paixão e a reforçar os nossos valores empresariais que assentam no respeito pelo meio ambiente, ética e transparência, inovação e melhoria constante.

Quais os maiores motivos para comprar português?

A primeira razão para comprar português tem de ser a qualidade dos produtos. A crise económica em que nos encontramos e a consciência de que podemos ajudar a manter empregos e a salvar empresas tem de ser outra fortíssima razão para comprar ‘Made in Portugal’. Para compensar a queda do PIB de 8% prevista pelo FMI, basta que cada português adquira mais €141 por mês.

Indiquem outra marca/espaço português que vos inspire e porquê?

Vista Alegre é uma marca portuguesa incontornável, com uma qualidade indiscutível que soube sempre estar à frente do seu tempo, atualizando-se permanentemente a nível de design, linhas de produtos e processos de fabrico. Um símbolo nacional de qualidade e modernidade com tradição e uma verdadeira marca embaixadora do nosso país.

 

____________

#ELLEstaylocal

Apoiar e dar conhecer projetos portugueses é a missão da rubrica #ELLEstaylocal. Acreditamos que hoje é mais importante, que nunca, comprar português. É importante não deixar que marcas de qualidade se percam na espuma da pandemia.

#ELLEstaylocal: Conscious Swimwear, a Marca Com o Coração Na Sustentabilidade

#ELLEstaylocal : OH MONDAY! a Marca Que Nasceu Dias Antes do Confinamento