Dove quer que todos os meios de comunicação utilizem imagens de mulheres reais

A marca, com a Getty Images e a Girl Gaze, criou um banco de imagens mais representativo de todas as mulheres. Imagens: © #mostremnos/ Getty Images

As campanhas de sensibilização para a falta de representatividade pelas indústrias de moda e beleza multiplicaram-se ao longo de 2018. No entanto, segundo conclusões de um estudo realizado pela Dove, 70% das mulheres não se sentem representadas, tanto nas campanhas publicitárias das marcas que consomem como nos meios de comunicação que consultam regularmente. Desta forma, num esforço para desafiar os estereótipos de beleza, a Dove, o banco de imagens Getty Images e a plataforma GirlGaze criaram o projeto #MostremNos: a primeira biblioteca de fotografias exclusivamente de mulheres reais e da autoria de fotógrafas do género feminino e não-binárias, sem qualquer recurso a ferramentas de edição ou alteração da imagem.

Esta campanha tem como o principal objetivo o incentivo à utilização de imagens de mulheres reais pelos media. «A todos os meios de comunicação e publicitários, a nossa indústria já percorreu um longo caminho a nível da representação das mulheres, de uma forma mais diversa e autêntica. Mas, mulheres de todo o mundo estão a manifestar-se para nos recordar que o nosso trabalho ainda não acabou», apela a marca de cosmética numa carta aberta a todos os meios de comunicações e marcas, publicada nas suas propriedades digitais aquando ao lançamento desta campanha.

De mulheres para mulheres

Depois de um ano de trabalho, no qual 116 fotógrafas da GirlGaze – uma plataforma de promoção do trabalho e networking para mulheres e pessoas não-binárias – participaram, o resultado final são mais de 5000 imagens de mulheres de todas as formas, idades, raças e crenças religiosas que mostram com orgulho os seus rostos, as suas cicatrizes e as suas realidades. Disponíveis para aquisição na Getty, as palavras-chave de identificação de cada imagem – que ajudam na pesquisa de conteúdo no arquivo do banco de imagens —são escolhidas pelas pessoas que foram fotografadas. Não só possibilita uma melhor experiência de pesquisa às marcas e meios de comunicação interessados, como permite que as pessoas que aparecem nas fotografias possam definir a sua própria beleza nos seus próprios termos.

Se está à procura de imagens, o site português da Getty Images já tem disponíveis as fotografias — incluindo três sessões com portuguesas como protagonistas — para consulta e aquisição dos direitos de reprodução.

Veja o vídeo da campanha em baixo.