A Escova da Nova Máscara de Pestanas da Chanel Foi Criada Numa Impressora 3D

A revolução já começou. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © cortesia Chanel

A Chanel acaba de elevar a parada no campo das máscaras de pestanas, ao lançar Le Volume Révolution, a primeira máscara com uma escova impressa, recorrendo a uma impressora 3D. Traduzindo termos tecnológicos por resultados, isto significa mais volume e mais definição — tudo o que se quer de um produto deste tipo.

O grande trunfo desta máscara reside obviamente na escova, que é toda ela tecnologia. Produzida por uma empresa francesa especializada em impressão a três dimensões, a Erpro 3D Factory, a escova foi testada e reformulada mais de 100 vezes até a equipa do departamento de Inovação de Embalagens de Fragrâncias e Maquilhagem da Chanel ficar satisfeita com o design final.

À primeira vista, assemelha-se a uma típica escova de pestanas e parece ser até banal, mas um olhar mais atento deteta uma série de particularidades inovadoras, nomeadamente uma superfície granular, microcavidades e pequenas cerdas separadas milimetricamente entre si. Tudo isto tem uma razão de ser: de acordo com a marca, a superfície granular proporciona uma aderência total às pestanas, ao mesmo tempo que as microcavidades absorvem o excesso de produto que pode estar presente. Já as cerdas garantem a máxima definição.

E a utilização da palavra «revolução» («révolution») no nome do produto, não é nenhuma hipérbole, afinal não só esta é a primeira máscara de pestanas a utilizar esta tecnologia, como é o primeiro objeto de uso diário a ser produzido desta forma a uma escala industrial. Por dia seis máquinas produzem 50.000 escovas, o que equivale a um milhão de escovas por mês.

A Le Volume Révolution estará disponível a partir de setembro, por € 35.

Beleza (cada vez) mais tecnológica

A tecnologia e a beleza estão cada vez mais próxima, com a primeira indústria a potenciar a segunda. Basta pensar nos gadgets que foram recentemente lançados e que revolucionaram a forma como cuidamos da pele. Criaram-se máscaras com luzes LED que combatem as primeiras rugas e reduzem visivelmente a acne; produziram-se escovas de limpeza vibratórias; e inventaram-se aparelhos que através de pequenos choques elétricos estimulam a regeneração da pele.