Depois da Polémica, a Beautyblender Aumenta a Oferta de Tons da Sua Única Base

Em julho, a marca foi alvo de críticas pela reduzida oferta de tons para peles escuras. Por: Cátia Pereira Matos -- Imagem: © cortesia Beautyblender

Atualização (14/12)

Quando, em meados de julho, a Beautyblender apresentou a sua primeira base, com uma embalagem ergonómica que aconchegava na perfeição a mais conhecida das esponjas de maquilhagem, o feedback não foi o melhor: nas redes sociais, a marca foi severamente criticada por disponibilizar uma oferta de tons pouco inclusiva, com reduzidas opções para as peles negras.

Agora, cinco meses após a polémica, a Beautyblender redime-se ao introduzir oito novas tonalidades da Bounce Liquid Whip Long Wear Foundation. Com este aumento, a base passa a estar disponível em 40 tons distintos — o mesmo número de tonalidades em que a base Pro Filt’r Soft Matte Longwear da Fenty Beauty está disponível.

Ter uma vasta oferta sempre foi o plano inicial da marca. Contudo, o desenvolvimento de certos tons e subtons demorou mais tempo do que o esperado. «Quando começámos a desenvolver a Bounce, a nossa meta era lançar 40 tons de base. Conseguimos aperfeiçoar 32 dessas tonalidades a tempo do nosso lançamento, ao mesmo tempo em que continuámos a trabalhar em direção ao nosso objetivo inicial de 40», revelou à Refinery 29 a fundadora da Beautyblender, Rea Ann Silva.

Porquê a demora? Porque, nas palavras da empresária, «é mais difícil fazer uma diferenciação tons em tons mais escuros». «Essas tonalidades precisavam de ser aperfeiçoadas com mais amor e atenção, porque são variações de tonalidades existentes». Dos oito novos tons da primeira — e até ao momento única — base da Beatyblender, um é bastante claro, outro adequa-se às peles morenas e os restantes seis são mais indicados para as peles escuras.

 

 

Artigo Original (23/07)

O primeiro produto de maquilhagem da Beautyblender faz match com a esponja rosa em formato de ovo pelo qual a marca ficou conhecida. Trata-se de uma base líquida de longa duração que dá pelo nome de Bounce Liquid Whip Long Wear Foundation e que está disponível em 32 tonalidades.

Com uma fórmula enriquecida com ácido hialurónico, totalmente vegan e cruelty-free, a base uniformiza o tom da tez e mantém-se intacta durante 24h, de acordo com a marca. Na pele, tem um acabamento natural, ligeiramente mate, mas ainda assim luminoso — tudo o que se pretende quando o objetivo é alcançar um brilho saudável.

No entanto, é no design da embalagem que reside o fator #wow da Bounce Liquid Whip Long Wear. A base está acondicionada numa frasco rectangular que tem, na face frontal, uma concavidade para onde o produto é dispensado. Por outras palavras: acaba-se com a aplicação da base nas costas da mão. A concavidade, que tem a forma de uma esponja Beautyblender, funciona ainda como uma superfície onde é possível misturar vários produtos de maquilhagem — por exemplo, acrescentar iluminador líquido à base.

Críticas face à escassa oferta de tons

As reações a este lançamento, há muito esperado pelos fãs das esponjas Beautyblender, não tardaram a chegar. A chuva de comentários começou assim que a novidade foi oficialmente revelada no Instagram da marca a 18 de julho, depois de várias publicações que sugeriam a chegada de um novo produto.

Muitos internautas elogiaram a marca pela criação da base, mas foram os comentários negativos face à reduzida oferta de tons para peles negras os que mais se destacaram. Tudo porque dos 32 tons de base, apenas quatro servem as peles mais escuras.

«Embalagem fantástica! Apenas desejava ver uma maior oferta para as pessoas com peles escuras. Vejo muitas tonalidades claras» e «Que vergonha! Claramente só se importam com pessoas com pele clara!» foram alguns dos comentários deixados nas redes sociais.

Entretanto a Beautyblender já respondeu às críticas. Num comunicado a que a ELLE norte-americana teve acesso, a marca garante que 16 tons — isto é, metade da oferta da gama — foram formuladas a pensar nas pessoas com pele média a escura. Os subtons, dizem, é que fazem a diferença.

«Aqueles com peles bronzeadas e mais escuras sabem que encontrar a base certa tem tudo a ver com encontrar o subtom exacto. Foi nesta área que a Rea Ann Silva [fundadora da marca e maquilhadora com mais de 30 anos de experiência] encontrou uma grande lacuna do mercado: bases para mulheres como ela [que é latina] e para a sua família multicultural», lê-se no comunicado.

Apesar da resposta da marca, os internautas insistem que a gama de tons é pouco inclusiva, quando comparada com a oferta de outras marcas de maquilhagem, como a Fenty Beauty. Há ainda quem aponte o dedo à marca pela criação de tons inusitados e de tons idênticos. Para alguns internautas, certas bases têm cores alaranjadas e outras, nomeadamente as bases mais claras, têm tons muito semelhantes.

A Bounce Liquid Whip Long Wear será lançada amanhã, 24 de julho, nas lojas Sephora nos Estados Unidos da América e custará 40 dólares (aproximadamente 34 euros). Ainda não há previsão para a chegada do produto a Portugal.