#VermelhoemBelem: Nas Redes, Pintam-se os Lábios Contra a Extrema-Direita

Depois do comentário depreciativo de André Ventura, surgiu uma onda de apoio a Marisa Matias. Por: Inês Aparício Imagens: © D. R.

Porque o machismo e a intolerância não podem passar incólumes, o Twitter pintou-se, esta sexta-feira, 15 de junho, de vermelho. Foi num movimento de apoio à candidata à Presidência da República, Marisa Matias, que chegou às tendências da rede social o #VermelhoemBelem, um hashtag que acompanha fotografias e vídeos de figuras do universo da política e outros utilizadores com os lábios encarnados, quebrando barreiras de género e visões do mundo.

Esta onda de solidariedade para com a eurodeputada surgiu após um comentário depreciativo feito pelo líder do Chega! e também candidato a Presidente da República, André Ventura, durante uma das suas ações de campanha, em Portalegre. «Não quero dizer nada de que me arrependa amanhã, mas [Marisa Matias] não está muito bem em termos de imagem, de performance. Assim com os lábios muito vermelhos, como se fosse uma coisa de brincar», afirmou, tendo ainda procurado denegrir a imagem de Ana Gomes, Jerónimo de Sousa, João Ferreira e Marcelo Rebelo de Sousa.

Um movimento de apoio

Ainda que Ana Gomes se apresente como uma oponente a Marisa Matias na corrida à Presidência da República, isso não a impediu de mostrar que o género feminino deve estar unido, tendo partilhado um vídeo no qual aparece a pintar os lábios com um batom vermelho.

Também a coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, decidiu publicar uma fotografia na rede social, seguindo os passos de outros deputados do seu partido.

Porém, esta onda de solidariedade não veio apenas de membros e apoiantes do Bloco de Esquerda e de Ana Gomes. Além desses, o deputado pelo Partido Socialista, Miguel Costa Matos, anexou uma fotografia sua de boca encarnada, acrescentando que «nenhum homem deve comentar as escolhas estéticas de uma mulher para a denegrir, muito menos para denegrir as suas ideias por associação».

Entretanto, Marisa Matias agradeceu «a solidariedade» nesta luta contra o machismo, em resposta à publicação de Ana Gomes.