O Príncipe William Não Está Muito Feliz Com a Nova Temporada de ‘The Crown’

Este acredita que a série explora a dor da família para fins comerciais. Por: ELLE Portugal Imagens: © Gtresonline.

É impossível não se ter o mínimo de curiosidade para saber qual a opinião da família real face a The Crown. Afinal, esta série é um retrato da vida dos membros da realeza britânica, ficcionada, e estes não se sentam na cadeira de realizadores ou produtores, o que lhes tira qualquer controlo sobre a narrativa. Talvez exatamente por isso, o Príncipe William não ficou muito entusiasmado com os novos episódios do drama que estreou no passado fim de semana na Netflix, tendo mesmo afirmado que a plataforma de streaming estaria a explorar a dor da família exclusivamente para fins comerciais.

Em declarações ao Daily Mail, fontes próximas da família real afirmaram que o filho mais velho de Diana «não está muito agradado» com a nova temporada, uma vez que «sente que os seus pais estão a ser explorados e apresentados de uma forma falsa e simplista apenas por dinheiro».

Também outros amigos e «confidentes mais próximos» do Duque de Cambridge consideraram que a série não retrata de forma fidedigna a história do Reino Unido. «A ficção é apresentada como um facto em versões distorcidas da realidade», referiu um, ao mesmo órgão de comunicação. «Neste caso, está a trazer de volta coisas que aconteceram durante períodos bastante complicados, há 25 ou 30 anos, sem ter em conta os sentimentos de todos. Isto não é correto ou justo, particularmente quando muitas das coisas não representam a verdade», acrescentou outro.

Princesa Eugenie é uma fã da série

Ainda que a opinião de William relativamente ao drama seja negativa, o mesmo não acontece da parte da Princesa Eugenie. Esta é uma admiradora confessa de The Crown, como admitiu, já em 2017, à revista Hello!. «[A série] foi gravada lindamente», frisou. «A música é maravilhosa, a história é bonita. Sentes-te muito orgulhosa ao vê-la. Não posso falar por todos, mas é como me sinto quando a vejo».