Pode Parecer Estranho, Mas Existe Um Perfume Que Cheira a Espaço

A fragrância foi desenvolvida para os treinos dos astronautas, mas está prestes a voar para as mãos de todos. Por: Inês Aparício Imagens: © D.R. e NASA, no Unsplash.

Contrariamente ao que terá acontecido com os aromas a orgasmo e à vagina de Gwyneth Paltrow (que se popularizaram no formato de velas), muito provavelmente, num dos seus aleatórios mas profundos pensamentos durante o banho, questionou-se sobre a que cheiraria o espaço. Até deve ter indagado sobre os possíveis aromas deste. Mas por incrível que pareça, já existe uma resposta para este. E não precisa de esperar anos-luz para o descobrir. Graças à NASA, a fragrância está quase pronta a descolar até às casas de todos.

A história de como colocaram este aroma num frasco tem início em 2008. Foi neste ano que a agência espacial norte-americana adicionou à equipa o químico Steve Pearce, com o objetivo de encontrar «o cheiro do espaço». Este seria uma ferramenta no treino para os astronautas que, ao se familiarizarem com a fragrância antes de entrarem em órbita, teriam menos surpresas durante a sua experiência longe da Terra.

Entretanto, anos passaram – até porque, sim, desenvolver um perfume do género é rocket science – e, depois de confinada apenas aos profissionais, a fragrância está prestes a tornar-se acessível a todos. Na plataforma Kickstarter, foi organizada uma campanha para tornar possível a produção em massa e, assim, «todos poderem sentir o cheiro do espaço por si próprio», sem entrar numa aeronave, avança o site. Ainda com 46 dias até terminar a angariação de fundos, mais de $91 mil (cerca de €81 mil) foram conseguidos, tendo ultrapassado largamente o objetivo inicial de $1.969.

Afinal, a que cheira o espaço?

Steve Pearce, em declarações à CNN, admitiu  ter dificuldade em descrever o aroma. Aliás, para conseguir chegar a este resultado, baseou-se nas caracterizações dadas pelos astronautas, tendo experimentado diferentes notas que correspondessem ao retrato olfativo dos profissionais, antes de obter a fragrância final. «Os astronautas descrevem o cheiro como uma mistura de pólvora, bife grelhado, framboesas e rum», esclareceu.

Contudo, numa entrevista de 2002 ao mesmo órgão de comunicação, Peggy Whitson – a astronauta feminina que mais tempo esteve na Estação Espacial Internacional, antes de Christina Koch bater o record-, definia o aroma como «algo semelhante ao cheiro de uma pistola, imediatamente depois de ser disparada».

Para descobrir verdadeiramente o odor do espaço, terá de esperar até outubro, uma vez que o tempo estimado de entrega é até esse mês. No entanto, deve fazer já a encomenda, no site do projeto. A embalagem da fragrância tem um custo de $15 (o equivalente a €13,40), que reverterá para escolas que apoiem as áreas da ciência, tecnologia, engenharia e matemática.