4 Momentos Que Provavelmente Não Reparou Que Aconteceram Nos Globos de Ouro

O que acontece nos Globos de Ouro (não) fica nos Globos de Ouro. Por: Inês Aparício Imagens: © D.R. e GTRESONLINE.

Nem tudo o que acontece nos Globos de Ouro é transmitido pelas televisões. Aliás, talvez a maior parte dos melhores momentos apenas ganha vida nos bastidores. Mas isso não significa que não sejam, ainda assim, tornados públicos.

Desde o pedido de Reese Witherspoon e Jennifer Aniston a Beyoncé para que esta lhes desse champanhe, à pancada que Joey King levou com o galardão de Patricia Arquette, ficam, em baixo, os momentos que provavelmente nem imaginava que aconteceram durante a cerimónia de entrega de prémios, este domingo, 5 de janeiro.

#SomosTodosHelenMirren

Se alguma vez duvidou que as celebridades são tão humanas quanto nós, comuns mortais, Helen Mirren deixou tudo mais claro na cerimónia de entrega dos prémios. Aparentemente, a atriz teve um problema com o vestido durante o evento (porque, quem nunca?), mas, por sorte, Meryl Streep estava por perto. O momento em que a protagonista de O Diabo Veste Prada ajudava Mirren com a peça bordô, de assinatura Dior, foi captado na casa de banho do hotel The Beverly Hilton, o espaço escolhido para os Globos de Ouro. E ninguém notou nada fora dela, por isso deve ter ficado bem resolvido.

Champanhe de Beyoncé para a mesa de Jennifer Aniston e Reese Witherspoon, por favor

Porque pedir mais uma garrafa aos empregados de mesa era demasiado mainstream, Reese Witherspoon e Jennifer Aniston decidiram ser ousadas e fazer o pedido a Beyoncé e a Jay Z. Sim, aos próprios. «A água acabou na nossa mesa, por isso ela [Reese] pediu ao Jay Z e a Beyoncé um copo do champanhe deles», escreveu a atriz de Friends nas histórias do Instagram. Mas o champanhe que lhes chegou à mesa não era o que estava a ser servido aos restantes convidados. Porquê? O casal trouxe o seu próprio champanhe de casa. Isto porque o rapper não podia ser visto na televisão com uma garrafa de Moët & Chandon – a marca que estavam a servir, concorrente da que Jay Z é proprietário, a Ace of Spades – à sua frente.

Joey King vai ouvir um galo cantar à meia noite

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Not everyone can say Patricia Arquette accidentally hit them in the head with her Golden Globe. But I can

Uma publicação partilhada por Joey King (@joeyking) a

Quando se preparava para os Globos de Ouro, Joey King ainda não o sabia, mas adicionar um acessório de cabeça podia ter sido uma boa ideia. Não uma bandolete, chapéu, ou tiara. Algo robusto, como um capacete ou parte de uma armadura. É que teria impedido que a pancada que Patricia Arquette lhe deu, sem querer, com o galardão, lhe tivesse deixado um galo na cabeça. Sim, leu bem. Enquanto as atrizes de The Act gravavam um pequeno vídeo para a revista InStyle, num elevador, Arquette levantou a mão ao mesmo tempo que King baixava a cabeça. O resto é uma bela história contada pela marca na testa da nomeada para a categoria de melhor atriz numa minissérie ou telefilme.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

This is one show we’d pay to see. @joeyking @patriciaarquette 🎥: @douglasfriedman #InStyleWBGlobes

Uma publicação partilhada por instylemagazine (@instylemagazine) a

A Senhora do Anéis

Há dois anos, a passadeira vermelha pintou-se de negro, como forma de protesto e apoio às vítimas de assédio sexual na indústria cinematográfica, que começava, na altura, a ser exposto. Este ano o feminismo voltou a aparecer mas de forma mais discreta e original. Olivia Colman trouxe-o nas mãos (não, não estamos a falar do Globo de Ouro que venceu), sob a forma de um anel. No acessório, podia ler-se «igual representatividade para as atrizes», em torno de dois números 50, que simbolizam uma percentagem igual para mulheres e homens. De acordo com o The Hollywood Reporter, este é o emblema de uma campanha britânica cujo objetivo é atingir a igualdade de género na televisão e cinema britânicos até 2020.