Lea Michele Procura Normalizar a Queda de Cabelo no Pós-Parto

Até porque, sim, é mesmo natural que isto aconteça, como explica o dermatologista Rui Oliveira Soares. Por: Inês Aparício Imagens: © Gtresonline.

Quase como uma coincidência, com o cair das folhas no outono, também os fios de cabelo se desprendem mais intensamente nessa estação. Contudo, não é o único momento em que isto acontece de forma tão notória. Após o parto, pequenas mechas são avistadas um pouco por toda a casa, parecendo o cenário perfeito para que uma investigação criminal pudesse ser concluída com a mesma velocidade que num episódio de CSI. E Lea Michele, tal como muitas outras recém-mães, sabe o que isso é.

Numa publicação nas stories do seu Instagram, a atriz de Glee procurou falar abertamente sobre as alterações trazidas pela maternidade, mostrando como a queda de cabelo no pós-parto é real e natural. «Com o estímulo do parto, todos os cabelos que deveriam ter entrado em telogen [isto é, em termos simples, a queda dos fios após a perda de aderência ao folículo] nos últimos nove meses fazem-no ao mesmo tempo e daí que, passados três meses, ocorra uma queda massiva que é fisiológica – leia-se normal», esclarece Rui Oliveira Soares, dermatologista coordenador de Tricologia no Hospital CUF Descobertas, à ELLE.pt.

Além de normal, este fenómeno é também temporário. De acordo com a American Academy of Dermatology, «a maioria das mulheres vê a densidade capilar regressar ao seu aspeto anterior pela altura do primeiro aniversário do seu filho». Em muitos casos, pode mesmo acontecer «mais cedo», salienta.

Deste modo, como refere o médico, na maioria das vezes, não é necessário qualquer tratamento. As mães apenas se devem preocupar e, consequentemente, consultar um especialista, «quando a queda é de tal modo massiva que determina uma falta de cabelo muito maior do que existia antes da gravidez», menciona.

Contudo, é impossível para algumas mulheres não se sentirem incomodadas com esta situação. Assim, de modo a diminuir a ansiedade causada pela queda de cabelo, Rui Oliveira Soares sugere a utilização de «suplementos de oligoelementos, soluções de aplicação tópica e champôs volumizantes que diminuem, por vezes, a intensidade da queda e a perceção da mesma». Porém, nunca é demais relembrar que deve consultar o seu médico antes de começar qualquer tratamento.

Mais vocais quanto às mudanças trazidas pela gravidez

Lea Michele não é a única celebridade que tem usado as redes sociais para consciencializar os seus seguidores para uma realidade ainda muitas considerada tabu, como o processo de transformação do corpo da mulher depois da gravidez. Também Ashley Graham tem sido bastante vocal quanto às alterações pelas quais o seu corpo tem passado desde que deu à luz o seu filho Isaac, em janeiro do ano passado. A modelo tem procurado normalizar o que a maternidade traz consigo, incluindo as marcas que lhe surgiram ao longo dos nove meses ou todo o processo de recuperação pós-parto.