J.K. Rowling Tem Um Novo Livro e Está a Lançá-lo Aos Poucos Na Internet

Fica já o aviso: não, não é um spin-off de Harry Potter. Por: Inês Aparício Imagem: © GTRESONLINE.

Depois de arruinar os sonhos de muitos admiradores da saga a que deu vida, o Harry Potter – e aos portugueses em especial -, J. K. Rowling revelou que uma história que ganhou forma nas suas mãos há mais de dez anos, irá, agora, ser publicada. Capítulo a capítulo – ou, por vezes, mais do que um de cada vez -, o livro para crianças, para já apenas em inglês, será partilhado numa plataforma criada propositamente para este até 10 de julho. O acesso a The Ickabog, que nada tem a ver com o universo de Hogwarts, é livre e gratuito.

«Tenho um pequeno anúncio a fazer, mas, antes de começar, quero esclarecer qualquer tipo de possível confusão», começou por escrever a autora no Twitter. «Este não é um spin-off de Harry Potter», frisou, de imediato. «Há mais de dez anos, escrevi um conto único, chamado The Ickabog. Sempre planeei publica-lo, mas, depois do último lançamento do Potter, escrevi dois romances para adultos e, após alguma hesitação, decidi publicar esses primeiro», explicou.

Com o passar do tempo, a escritora passou a considera-lo uma história dos seus dois filhos, «uma vez que o lia à noite quando eram pequenos, o que foi sempre uma memória feliz da família», avançou no seu site. «Há algumas semanas, ao jantar, conversamos sobre a ideia de ir ao sótão buscar o The Ickabog e publica-lo gratuitamente, para as crianças em quarentena. Os meus filhos, agora adolescentes, ficaram visivelmente entusiasmados, por isso, trouxe uma caixa muito empoeirada para baixo e, nas últimas semanas, tenho submergido num mundo ficcional no qual nunca pensei voltar a entrar», continuou.

Entretanto, terminou a narrativa e começou a «ler os capítulos todas as noites para a família, novamente», tal como gostava que acontecesse noutras casas. Deste modo, decidiu partilha-la com o mundo para «as crianças em confinamento ou mesmo aqueles que voltaram à escola, nestes tempos estranhos e inquietantes, possam ler ou ter alguém que lha leia». Para o fazerem, basta acederem ao site, sem precisarem de se registar. «Vamos publicar um capítulo (ou dois ou três) todos os dias da semana», referiu.

Ilustrado pelos leitores

Pensada para os mais novos, a história, na sua versão física, será também ilustrada por estes. A autora pediu aos leitores com idades entre os sete e 12 anos que desenhassem as personagens e cenários de The Ickabog. «Vou sugerir ideias para as imagens ao longo do tempo. Mas ninguém deverá sentir-se condicionado pelas minhas ideias. Deixem a vossa imaginação fluir», declarou. As melhores imagens farão parte do livro, que deverá chegar às estantes em novembro.

De momento, a competição está apenas aberta às crianças que vivam no Reino Unido, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Estados Unidos e Canadá. Porém, esta será alargada a outros países, em breve. Não é claro, contudo, se Portugal fará parte desta lista.

Um livro solidário

Além do caráter colaborativo, esta obra terá um cariz solidário. De acordo com J. K. Rowling, «todos os royalties dos livros publicados serão atribuídos a projetos e organizações mais afetadas pelo surto de coronavírus», adiantou na rede social. Mais detalhes serão dados «no final do ano».